Adolescente de Confresa ganha prêmio nacional

E se, profissionais que atuam em situações de risco pudessem ser substituídos, em algumas ocasiões, por robôs? Essa discussão, do desenvolvimento da tecnologia que supera a eficiência da ação humana é muito discutida e constantemente retratada nos cinemas, mas ela esta mais perto do seu dia-a-dia do que você imagina.

O jovem estudante do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT) de Confresa, Willyan Arruda de Araújo, de apenas 15 anos, criou uma máquina capaz de ajudar militares e bombeiros em operações táticas que expõe esses profissionais a situações de risco, como vazamento de gás, áreas de desmoronamento e risco de explosão.

O robô espião foi desenvolvido em parceria com a colega Ana Paula Favero e demorou um mês para ser finalizado. Este é o segundo robô que Willyan constrói, e ele foi desenvolvido por meio de pesquisas na internet e conversa com professores quando ainda cursava o ensino fundamental na escola estadual Alexandre Quirino de Souza.

Willyan e Ana Paula conquistaram a segunda colocação na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace) que aconteceu em São Paulo, no mês de março. Concorrendo com dezenas de projetos do país todo, a maioria idealizada por estudantes de engenharia, o robô espião foi um sucesso.

O robô funciona por meio de uma câmera de ré, que captura as imagens dos locais de perigo em tempo real e transmite por meio de um monitor. A máquina é comandada por um controle remoto de avião de brinquedo. “Sempre pensei nestas dificuldades, aos riscos diretos a que muitos se expõem. Minha vontade era construir um objeto que pudesse percorrer o local como os olhos da pessoa. É como se ele estivesse lá dentro, mas na verdade estando a uma distancia segura”, declara Willyan.

Mas a realização do projeto não foi um trabalho solitário, sem a ajuda de moradores de sua cidade, Porto Alegre do Norte, que acreditaram em seu trabalho, o jovem não teria conseguido construir o segundo robô, que custou aproximadamente R$ 5 mil. As peças de carros usadas no protótipo foram adquiridas pela internet e compradas em diferentes partes do país. A máquina tem a estrutura de ferro e funciona por energia solar. Ele se locomove por meio de esteira, o que facilita o acesso a lugares íngremes e não cimentados.

O primeiro prêmio que Willyan ganhou com a ciência foi em uma feira estadual, onde se consagrou vencedor e foi automaticamente classificado para a Febrace. Com o segundo lugar conquistado na feira nacional, na categoria Engenharia, ele poderá expor seu projeto em uma revista de ciência, além de ter ganhado credenciais para participar da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, que acontecerá em outubro com a participação de estudantes de 21 países.

O pai do garoto, Willian Batista de Araújo, é seu maior incentivador. Ciente da dificuldade que o filho passou e partilhando da opinião que hoje tudo no mundo gira em torno de robótica e tecnologia, ele considera o garoto um vencedor. “O Willyan é um exemplo e pode ajudar muito outros estudantes, que tenham interesse nessa área, mas não sabem nem por onde começar. O que ele fez pode até parecer uma coisa simples, mas foi muito complicado para uma cidade que não tem nada no campo de robótica e engenharia”, afirmou o pai.

Apaixonado pela robótica, Willyan sonha em cursar Engenharia Mecatrônica. O estudante percorre todos os dias 24 km de Porto Alegre do Norte até Confresa para as aulas do curso técnico em agropecuária, do IFMT. “Acho que se cada pessoa que gostasse de ciência usasse as ideias, pesquisas e tecnologia para a construção de algo do bem, o futuro seria bem melhor. As pessoas tem que acreditar nos seus objetivos e se dedicar bastante. Não pode desistir” disse o garoto.

O projeto lhe rendeu um convite para um encontro com o Governador Pedro Taques, que aconteceu na última segunda-feira (04), no Palácio Paiaguás. Willyan e familiares, que se encontraram com o governador no fim da tarde, foram convidados depois da visita do político a Porto Alegre do Norte na última semana para participar da 7ª Dinâmica de Empreendimento e Empreendedores.

Na última terça-feira (05), o jovem acompanhou o governador até Mimoso, onde participou das comemorações do aniversário de 150 anos de Rondon e fez uma demonstração do projeto desenvolvido por ele. Olhar Conceito / NAIARA LEONOR

Responder

comment-avatar

*

*