Agricultor com CNH falsa

Policiais rodoviários federais prenderam o agricultor José Copertino Lins da Silva, de 47 anos, após fazerem a checagem da carteira de motorista dele. A CNH é falsa, embora tenha sido confeccionada em papel oficial. O número do registro, no entanto, não consta no cadastro do Detran de Mato Grosso.

A prisão ocorreu anteontem de manhã, após o agricultor se envolver num acidente na BR-364, na região da Serra de São Vicente.

José Copertino disse não saber que a sua carteira de motorista estava irregular. Relatou aos policiais que pagou R$ 2.600 pela CNH em uma auto-escola em Cuiabá. Explicou que um homem, se passando por proprietário, disse que a carteira custaria R$ 2.600. Três meses depois, recebeu a carteira. A negociação ocorreu no inicio do ano passado.

Semi-analfabeto, o agricultor disse acreditar que esse seria o trâmite legal, apesar de ter estranhado o preço. “Paguei caro pela carteira. Então, achei que estava tudo em ordem”, afirmou. No domingo de manhã, ele colidiu o Gol que dirigia numa carreta. Ferido, ele foi levado ao Pronto Socorro de Cuiabá.

Os policiais, então, pegaram o documento do carro e a carteira de motorista dele. Na checagem, descobriram que a CNH era falsa. Assim que recebeu alta, foi preso por uso de documento falso, crime que não é afiançável na Delegacia.

Diario de CBA com Redação CN

Responder

comment-avatar

*

*