Aluno de 13 anos dá socos e mata colega de 14 em escola, diz polícia

Estudante deu socos no rosto do colega, que desmaiou e morreu em MT.
Médico diz que vítima quebrou o pescoço e sofreu parada cardiorrespiratória.

Escola Estadual Dom Aquino Corrêa suspendeu aulas após ocorrido em Juruena (MT) (Foto: Divulgação)

Um aluno de 14 anos foi morto por um colega de 13 anos nesta quarta-feira (26) durante o intervalo de aula na Escola Estadual Dom Aquino Corrêa, em Juruena, a 893 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, o adolescente de 14 anos teria xingado a mãe da vítima de 13, que revidou, o agredindo com socos no rosto. O adolescente desmaiou, foi levado a um hospital da cidade. O outro aluno foi apreendido.

A agressão no pátio da escola ocorreu minutos antes do retorno dos alunos para a sala de aula. Ao G1, a coordenação da escola informou que as aulas foram suspensas nesta quinta-feira (27) por causa da morte e devem ser retomadas na segunda-feira (31).

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) lamentou o ocorrido. A secretaria também informou que uma equipe de psicólogos está acompanhando o caso e dando o apoio necessário à família e à escola.

Segundo relato de testemunhas à polícia, os dois adolescentes tinham uma rixa antiga e gostavam da mesma menina, que também estuda na escola. Os dois garotos envolvidos não estudavam na mesma sala. A vítima de 14 anos cursava o 9º ano do ensino fundamental, enquanto que o outro estudante, o agressor, estava no 8º ano.

Conforme a Polícia Civil, a vítima ofendeu o colega, com xingamentos à mãe dele. O aluno então foi tomar satisfação e bateu no peito do colega. Em seguida, ainda deu três socos no rosto do adolescente.

Depois de ser agredido, o adolescente de 14 anos desmaiou e foi socorrido pelos próprios funcionários da escola, que levaram o menino até o hospital da cidade. Os médicos tentaram reanimar o estudante, no entanto, ele não resistiu e morreu na unidade de saúde. O médico legista constatou que o adolescente teve uma parada cardiorrespiratória e estava com uma fratura no pescoço.

Possivelmente, de acordo com a polícia, o adolescente torceu o pescoço ao cair no chão após ser agredido. O garoto que agrediu o colega foi detido e levado para a Polícia Civil na companhia de representantes do Conselho Tutelar e da própria família. Na delegacia, ele relatou que deu os socos contra o adolescente porque ele havia xingado a mãe dele.

O estudante deve responder por lesão corporal seguida de morte e foi encaminhado para a cidade de Cotriguaçu, a 920 km de Cuiabá, onde será apresentado no fórum da cidade. Os funcionários relataram que o suspeito tinha um comportamento agressivo, era problemático e faltava às aulas.

Ainda em depoimento, as testemunhas explicaram que o adolescente de 14 anos tinha um bom comportamento dentro de sala e se relacionava bem com os professores. Porém, também causava desentendimentos quando não estava estudando.

Responder

comment-avatar

*

*