Amigas fabricam bonecas de pano para doar a crianças carentes de Confresa

Cerca de 120 bonecas já foram produzidas em um mês e meio de projeto.

Três amigas de Confresa, estão confeccionando bonecas de pano para doar a crianças carentes da cidade. Cerca de 120 bonecas já estão prontas para ser entregues. A expectativa é fazer pelo menos 150 bonecas até o Dia das Crianças, data em que deve ser feita a entrega dos brinquedos.

Elas contaram que há um mês e meio criaram o ‘Ame’ em busca de algo que lhes desse mais sentido à vida. O nome do projeto é a junção das iniciais das três amiga, Anny Prestes, Marli Liebelt e Elza Porto Machado. Elza trabalha junto com Anny, que é filha de Marli.

A entrega deve ser feita de forma discreta, buscando atender apenas famílias que não têm condições financeiras para adquirir um brinquedo, segundo as idealizadoras do projeto. “Vamos entregar sem tumulto, porque ‘naquela casa’ o pai pode não ter condição de comprar um brinquedo, mas na casa do lado o pai tem e a criança não vai entender porque não ganhou. Tudo o que nós não queremos é fazer uma criança chorar”, disse Elza.

Ela ficou viúva recentemente e desde então tem procurado fazer algo para ajudar o próximo. Ao lado de Marli e Anny, elas realizaram algumas ações voluntárias na cidade, porém, não se sentiam completamente realizadas. “Juntamos uma pessoa criativa, que é a Marli, com duas pessoas com vontade de levar o projeto adiante”, comentou Elza. “E não tem quem não se encante pelas bonecas”, completou.

Marli já tinha experiência com costura e isso facilitou o desenvolvimento do projeto. “A Marli já confeccionou bonecas para a filha dela e para outros lugares, daí não foi difícil, ela é muito criativa”, afirmou Elza. “É uma coisa muito boa para as crianças, porque eu lembro da minha primeira boneca de pano. E faz a felicidade das crianças”, completa Marli.

Além de usar dinheiro do próprio bolso para comprar os materiais, o trio conta com doações de pessoas que se interessam pelo projeto. “Recebemos doações de tecidos, muito além do esperado”, comemora Marli. No último sábado (6), elas realizaram um mutirão para adiantar o processo de confecção e conseguiram finalizar 72 bonecas com a ajuda de cerca de 15 voluntários. “A sensação que fica é de bem estar. Nós passamos a tarde inteira conversando, é prazeroso”, disse Liebelt.

Um novo mutirão, ainda sem data definida, deve ser realizado antes do dia 12 de outubro, na tentativa de alcançar a meta almejada. As amigas também pretendem entregar parte das bonecas em um abrigo para menores em Porto Alegre do Norte, cidade vizinha de Confresa.

Após o Dia das Crianças, a intenção é continuar produzindo bonecas para ser entregues no Natal. “Mesmo se não tivermos colaboradores, vamos continuar conforme as nossas condições financeiras”, afirma Elza. E

 

Responder

comment-avatar

*

*