Após 5 dias desaparecido, PF não tem pistas de avião de candidata em MT

Inquérito foi aberto, mas aeronave ainda não foi localizada pela polícia.
PF diz acreditar que avião foi roubado para ser usado no narcotráfico.

Aeronave modelo King Air, prefixo ATY, desapeceu no dia 20. (Foto: Assessoria de imprensa da candidata)

A Polícia Federal abriu inquérito, mas ainda não tem pistas a respeito do desaparecimento de um avião, com o piloto e o copiloto a bordo, da candidata ao governo de Mato GrossoJanete Riva (PSD), ocorrido há cinco dias. A principal hipótese é que a aeronave tenha sido roubada e levada para a Bolívia, a fim de ser utilizada para o narcotráfico.

As investigações são conduzidas em paralelo com os trabalhos da Polícia Civil, que mobilizou ainda o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) para atuar no caso.

O avião desapareceu do hangar do aeroporto municipal de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, no início da tarde do último sábado (20). No local também estava mais uma aeronave utilizada pela candidata para a campanha ao governo do estado. Janete Riva fazia uma carreata no município e iria embarcar na aeronave que desapareceu, ainda naquele dia, para Vila Bela da Santíssima Trindade, distante cerca de 75 km dali.

A Polícia Federal está trabalhando em conjunto com a polícia boliviana nas investigações, comunicou a assessoria, mas disse que não podia informar se há policiais federais no país vizinho. Já a Polícia Civil confirmou que há policiais da corporação na Bolívia para procurar pistas do paradeiro da aeronave.

O piloto Evandro Rodrigues de Abreu tem dois filhos, sendo um adolescente de 14 anos e uma menina de 10. O copiloto Rodrigo Frais Agnelli é pai de um bebê de pouco mais de um mês. As famílias dos pilotos desaparecidos acompanham as investigações de Cuiabá, onde moram.

Contato preliminar
A candidata disse durante entrevista no último domingo (21) que antes de chegar ao aeroporto a equipe dela fez contato com o piloto para falar sobre a bagagem de Janete Ao chegar ao hangar, 15 minutos depois, nenhum dos aviões estava lá.

Um, com a equipe de comunicação da campanha, já havia aterrissado em Vila Bela da Santíssima Trindade. Houve tentativas de falar com o piloto e copiloto do outro avião, mas os celulares estavam desligados. Depois, os equipamentos de localização da aeronave também foram desligados.

Candidatura
Janete Riva se lançou candidata neste mês depois que José Riva foi impedido pela Justiça Eleitoral de disputar a eleição, baseado na lei da Ficha Limpa. O deputado responde a mais de 100 processos pelos crimes de improbidade administrativa com dolo e dano ao erário e tem quatro condenações em segunda instância. G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*