Aprosoja solicita que MAPA adquira 10 milhões de toneladas de milho

Durante reunião com o Ministro da Agricultura, o presidente da Aprosoja sugeriu que o Governo Federal adquira maior quantidade do grão por PEP e Pepro

O presidente da Aprosoja, Carlos Fávaro, se reuniu na semana passada com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Antônio Andrade, para discutir a realização de leilões para garantir a comercialização do milho de Mato Grosso. Também participaram da reunião o secretário nacional de Políticas Agrícolas, Neri Geller, e o consultor André Pessoa, da Agroconsult. Durante a reunião, o consultor apresentou dados atualizados que revelam que Mato Grosso deverá produzir 19,4 milhões de toneladas de milho, recorde absoluto da produção do grão.

Na reunião o ministro sinalizou interesse em realizar leilões de milho, por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), e anunciou projeção de compras de quatro milhões de toneladas por meio de contrato de opção, e mais cerca de três milhões de toneladas por meio do Prêmio para Escoamento do Produto (PEP) e Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro).

De acordo com Carlos Fávaro a proposta inicial não atende por completo a necessidade do setor. Para ele, diante da volumosa produção, a aquisição do grão poderia ser de forma diferente.

“É importante que o governo refaça a recomposição dos seus estoques, mas devido à abundância de oferta, sugerimos que o governo faça a conta diferente: que compre 2 milhões de toneladas como contrato de opção, junte mais recursos, e adquira 10 milhões de tonelada por meio do PEP e PEPRO. Mesmo fazendo isso, ainda teremos um excedente no pais de aproximadamente 15 milhões de toneladas.”, finalizou Fávaro.

Ao final da reunião o Ministro se comprometeu em anunciar nesta semana novas notícias quanto à política de aquisição do Governo Federal.

Responder

comment-avatar

*

*