Artigo de José Arimatéia ex Deputado Estadual – DEUS EXISTE

Mesmo com todo respeito, após um mal acometido, posso afirmar que HÁ imbecis que dizem que DEUS não existe.

Há cerca de 60 dias fui atacado por um mal do fígado que, pelo alto custo dos medicamentos me vi na obrigação de buscar ajuda junto a possíveis amigos. Para meu espanto, os que entendia eu, serem os verdadeiros, sequer, pelo cargo que galgaram, me receberam em seus gabinetes.

Foi neste momento que pude viver com autenticidade a existência do SENHOR. Aqueles que acreditei que não iriam me atender, pois não tinham motivos para fazê-lo, foram os primeiros e únicos que me deram guarida.

Começo agradecendo e sendo afável com as funcionárias que trabalharam no meu gabinete durante os dois mandatos de deputado. Valeu a atitude de tratá-las como colegas de trabalho, e, não como funcionárias ou empregadas, já que prestávamos nossos ofícios sob o mesmo teto.

Um agradecimento ESPECIAL ao deputado José Riva, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso. Ao tomar conhecimento do fato, agiu rapidamente. Demonstrou com altivez o grande homem publico que é. Incluo aí toda sua assessoria, em especial ao 3º Sargento da Policia Militar, Bonfim, que relatou com ênfase o meu estado de saúde ao deputado.

Vale aqui destacar a consideração dos conselheiros do TCE, Walter Albano e José Carlos Novelli. Diferentes dos possíveis amigos.

Exponho a minha gratidão ao deputado Walter Rabelo e seu chefe de gabinete, Roberto. Foram de uma atenção imprescindível.

Fundamental a ação do ex-deputado Francisco Monteiro. Em nenhum momento se furtou a buscar ajuda pra mim, pela consideração de termos sido companheiros como deputados.

O meu carinho respeitoso ao eterno amigo de Barra do Garças. Ricardo Correia, comigo ultrapassa os limites da amizade, transformando-se em um verdadeiro irmão. Ricardo nunca faltou quando o procurei, nessa e outras necessidades.

Quero do fundo do coração abraçar e agradecer aos funcionários do “CREDLEGIS”, por entenderem a minha situação e agirem rapidamente, liberando dentro dos preceitos legais recursos que eu precisava e tinha direito.

Jesus “o Careca”, dona Iara, Reginaldo, Sandra, a que carinhosamente chamamos de “Sandrinha”, a Fernanda, a Darli e demais que me faltam o nome neste momento.
Obrigado Marilene, da Escola do Legislativo, por ter-me incluído em suas orações. A ela e a Lucimar. “DEUS nos atendeu”. Não estou a fazer jogo de palavras. Nunca fui demagogo. Eu acredito nas posições por mim vividas.
Continuo pedindo a ELE que os amigos que estão gravados no meu coração e sempre serão lembrados por retribuição nas minhas orações.

Não citarei nomes dos que pensavam eu serem meus amigos. Digo isso porque construíram suas vidas política em Barra do Garças. Após serem deputados, como eu, foram depois galgados a cargos de maior destaque, pelo contrário, estão incluídos nas minhas orações para que percam a prepotência e a soberba de um cargo ilusório e passageiro. Tenho certeza, as minhas preces serão ouvidas. O ódio e o menosprezo destroem, o perdão constrói e ergue a força da alma.

Felizmente não se trata de uma fantasia. Esta aqui explicita a verdade “nua e crua”. O episódio mostrou-me com bastante evidencia, como agem os fracos de espírito. Mostrou-me cristalinamente que DEUS existe. Revelou-me que a fé não tem limites. QUEM CRÊ EM DEUS VENCERÁ. Como diz o poeta popular: “andar com fé eu vou, a fé não costuma falhar”.

Eu estou curado pela fé em DEUS.

agazetadovale.

Responder

comment-avatar

*

*