Assalto em Vila Rica: Busca contra bandidos será implacável‏

Nos assaltos ocorridos no ano passado em Comodoro-MT e Machadinho-RO (foto) a policia conseguiu eliminar os bandidos 
ImageProxy (2)

Depois de um hiato de 10 meses o estado de Mato Grosso volta a registrar assaltos a bancos, o assalto ocorrido esta semana em Vila Rica ( 1200 km de Cuiabá) é o primeiro caso do ano, atualmente a polícia agindo em conjunto, tem conseguido reduzir e combater este crime. Em 2010 foram 18 bancos roubados, em 2011 o estado teve 25 ataques a instituições financeiras, no ano passado das 9 ocorrências 6 tiveram ações dos ‘cangaceiros’.
A modalidade “novo cangaço” geralmente ocorre no interior do Brasil, tendo como palco dessas ações teatrais, pequenas cidades que possuem de 15 a 30 mil habitantes, O fenômeno começou na década de 90, no Nordeste brasileiro, e foi migrando para outras regiões, como o Centro-Oeste e Norte. Durante a ação criminosa, os bandidos sitiam cidades e usam cidadãos como escudo humano, geralmente se aproveitando do reduzido de forças policiais.

Por algum tempo bandos armados tiveram êxito em roubos a banco. O procedimento era sempre o mesmo, o bando com armamento pesado entrava na cidade, invadia o banco e com vários reféns saia da cidade levando todo o dinheiro, e geralmente se escondia em uma mata fechada onde poucos teriam coragem de procurar.

A resposta: Nos últimos anos as polícias começaram a trabalhar em conjunto e usar inteligência onde unem um número significante de contingente reforçado, mapeando e cercando a área da provável fuga. Esta ação das polícias foi responsável pela redução de assaltos no estado, desarticulando bandos, onde muitos dos bandidos foram mortos nos confrontos, quase sempre a policia leva a melhor no embate.
No estado, de 2009 a 2012, foram mortos pela polícia 21 assaltantes de banco, 30 bandidos ainda estão foragidos. Quando entra na mata a policia age de forma enérgica, principalmente quando há troca de tiros, treinados as equipes não exitam em eliminar os bandidos que geralmente são de altíssima periculosidade.

O ocorrido em Vila Rica não foi diferente, a policia acredita que os assaltantes estejam em uma mata a 30 km da cidade, local onde foi encontrado o veiculo. O coronel Jonas Araújo disse em entrevista a radio eldorado FM, que a equipe faz busca na mata, utiliza helicóptero e montou barreiras em rodovias e estradas vicinais.

Dois dias depois do assalto a polícia continua a operação para tentar encontrar a quadrilha. Pelo menos 45 policiais estão nas buscas. Equipes da Policia Civil, Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), do Grupo de Operações Especiais (GOE), do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Polícia Militar atuam na região.

A policia não descarta a possibilidade de ajuda logística de algum morador ou conhecedor da região inclusive de fazendeiros. Fonte: Gustavo C. Fortes/Olhar21

Responder

comment-avatar

*

*