Balsa afasta e caminhão carregado com milho cai dentro de rio em São José do Xingu

Caminhão carregado com milho cai da balsa dentro de rio em São José do Xingu São dois acidentes registrados em menos de duas semanas na mesma balsa, que é comandada por indígenas. Em menos de duas semanas dois caminhões caíram dentro do rio Xingu em uma balsa comandada por indígenas a cerca de 40 km de São José do Xingu, o caminhão caiu na terça-feira (20/05) de manhã quando descia da balsa.

Segundo informações repassadas ao Site Agência da Notícia, o caminhão carregado com milho seguia para o Norte do estado e fazia a travessia na única balsa que tem na região, chegando do outro lado o caminhão estava descendo, momento em que a balsa se afastou da margem fazendo com que o veículo caísse dentro do rio.

Com o impacto as tampas laterais se romperam jogando parte da carga no rio e nas margens, a cabine do caminhão ficou totalmente submersa, apesar da gravidade do acidente ninguém ficou ferido apenas danos materiais. Moradores e produtores reclamam das más condições da balsa que atende toda região e liga Norte Araguaia/Xingu ao Norte do estado de Mato Grosso.

De acordo com moradores da BR-080 que liga Nortão ao Xingu/Araguaia, o trafego na região com os problemas na balsa caiu em mais de 95%. “Não adianta a gente fazer comida porque não vende, vocês é o terceiro carro que passa por aqui hoje”, contou a moradora à reportagem do Agência da Notícia, que seguia para Sinop-MT nesta terça-feira(21) onde participa nesta sexta-feira(24)de uma audiência Pública na Câmara Municipal para tratar de assuntos indígenas.

Populares ainda contaram ao Agência da Notícia que os veículos que caíram no rio não terão nenhum tipo de ressarcimento pelos danos causados pelo acidente, já que a balsa é de responsabilidade dos índios, além disso, cada caminhão paga em média R$ 150,00 para atravessar na balsa, a equipe do Agência da Notícia pagou nesta terça-feira (21) para fazer a travessia o valor de R$ 60,00.

Além dos prejuízos os proprietários do caminhão ainda tiveram os animais sobreviventes capturados por índios que estariam armados, bebidas que estavam no caminhão carregado com milho também foram saqueadas pelos índios. Nesta terça-feira (21), uma empresa retirou a plataforma da balsa foi retirada para fazer o concerto, a expectativa é que o problema seja resolvido até este sábado (25). A travessia continua sendo feito pela balsa.

Responder

comment-avatar

*

*