Barra do Garças: Justiça rejeita recurso de vereador cassado; suplente empossado hoje

O juiz Jurandir Florêncio de Castilho Júnior, da 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, rejeitou os embargos de declaração interposto pelo vereador Paulo Sérgio da Silva (PP) e manteve a sua cassação por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos nas eleições de 2012. Com a decisão, o primeiro suplente da coligação “Rumo a um Novo Tempo”, Ailton Rodrigues Rocha (PSDB), será empossado na sessão ordinária da Câmara nesta segunda (22).

O vereador havia conseguido, no início do mês, uma liminar suspendendo os efeitos da sentença até a apreciação dos embargos declaratórios pelo juiz responsável pelo processo de cassação. Com a medida, o parlamentar conseguiu se sustentar no cargo por mais 15 dias, até a manifestação do magistrado.

Com os recursos, Paulo Sérgio esperava modificar a sentença, porém, o instrumento foi rejeitado pelo magistrado sob alegação de que não se tratava de trâmite adequado. No instrumento, o vereador cassado argumentou a licitude da gravação anexada ao processo de cassação e buscava desqualificá-la por ausência de perícia, já que a própria testemunha colocou em dúvida o seu conteúdo. No entanto, o depoimento pessoal de Karen Cristina Santos Moraes, de quem partiu a denúncia, sustentou a sentença proferida pelo juiz.

O presidente da Câmara, vereador Miguel Moreira da Silva (PSD), já cumpriu parte da sentença ao dar posse sem o ato de juramento a Ailton Rocha, porém, agendou para hoje o ato definitivo. O suplente deveria ter sido empossado na sessão ordinária que aconteceria em 15 de setembro, mas como a data coincidiu com o aniversário de Barra do Garças, não pode ser realizada. Escrito por Francis Amorim de Barra do Garças /RDnews

Responder

comment-avatar

*

*