Bloqueios em rodovias deixam postos superlotados

Nas proximidades das duas rodovias bloqueadas pelos indígenas em Mato Grosso, os caminhoneiros lotam os postos de combustíveis. Sem opções de desvios para seguirem viagem, os profissionais do transporte de cargas utilizarão os postos como paradas até que o desbloqueio das BRs 364 e 174 ocorra.

No início da manhã, no posto Aldo, na BR-364, saída para Rondonópolis, por exemplo, o pátio do estabelecimento chegou a receber 500 caminhões, ficando difícil até para os caminhoneiros realizarem manobras. Poucos conseguem sair, não há mais espaço para outros veículos.
Nos demais postos localizados na BR-364, a situação é a mesma. Como falta espaço no pátio dos postos, os motoristas estacionam seus veículos também nas margens das rodovias.
O casal Antônio e Eva Felippin deveria estar na metade do caminho rumo ao Rio Grande do Sul, mas, devido ao bloqueio, interrompeu a viagem e aguarda no posto desde a manhã do dia (27). “Nos postos encontramos comida, segurança e banheiro. No Brasil só conheço duas paradas e ficam muito longe daqui, por isso procuramos os postos”, disse o caminhoneiro Antônio.
Marcos Fantin e Alexsandro Stechamaee também conseguiram estacionar os caminhões nos postos. “Esta é a opção que nós temos. É muito complicado ficar nas rodovias sem água, comida e banheiro. Esperamos que esta questão dos índios se resolva logo, pois os caminhoneiros estão perdendo dinheiro. Os transportadores trabalham por comissão, não ganham diária”, reclamou Fantin.
24HorasNews

Responder

comment-avatar

*

*