BR-158 poderá ser interditada a partir de 31 de março

Reuniram-se na manhã de sábado (17.03) na localidade de Alô Brasil, aproximadamente 150 pessoas para juntos debaterem sobre a conclusão da BR-158.
Através de iniciativa da Associação dos Municípios do Norte Araguaia (AMNA) juntamente com o Deputado Estadual Baiano Filho, a reunião teve como pauta a discussão da decisão do GEPAC (Grupo Executivo do Programa de Aceleração do Crescimento) em retomar as obras de pavimentação da BR-158, no trecho que corresponde de Ribeirão Cascalheira a Vila Rica na divisa com o sul do Pará, somente se a pavimentação passar pelo trajeto inicialmente projetado que passa pelo Posto da Mata e a reserva indígena Marawatsede, o que não foi permitido pela FUNAI.
Para o Presidente da AMNA e Prefeito de Querência, Fernando Gorgen, tal mobilização se fez necessária neste momento visto que a região não pode mais esperar.
“Se cerca de 2 milhões de reais serão investidos pelo Governo do Estado para interligação dos
município com o asfalto, é um descaso do Governo Federal deixar a principal via de acesso da região nesse impasse, declarou Gorgen.
O Deputado Baiano Filho declarou que nos dias 20 e 21 de março será realizado em Brasília reunião com o Ministro dos Transportes Paulo Sérgio Passos e com a Ministra
do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior onde também estarão presentes além do Parlamentar, o Governador do Estado Silval Barbosa, os Prefeitos que representarão a Região Norte Araguaia, Edi Escorsin(Porto Alegre do Norte), Filemon Limoeiro (São Félix do Araguaia), Naftali Calisto (Vila Rica) e Fernando Gorgen (Querência), para juntos buscarem uma resposta definitiva sobre o impasse.
“Precisamos de uma definição sobre a conclusão das obras da BR 158, o Araguaia não pode mais esperar”, declarou Baiano Filho.

“Em novembro, formamos uma comitiva de 16 prefeitos e acompanhados do Deputado Estadual Baiano Filho e do Senador Blairo Maggi, fomos a Brasília e conversamos com o Ministro dos Transportes que nos garantiu a conclusão das obras o mais rápido possível, não havendo andamento das mesmas, tornou-se necessária nova mobilização, dessa vez com
envolvendo toda sociedade e in loco”, afirmou o Prefeito de São Félix do Araguaia, Filemon Limoeiro.
“Neste momento, não queremos discutir o trajeto da pavimentação, queremos sim que ele seja concluído e que se encerre de vez esse problema”, desabafou Gaspar Lazari, prefeito de Confresa.
Foi unânime a decisão de fechamento da BR-158, caso a reunião dos dias 20 e 21 de março não seja positiva e as obras imediatamente retomadas.
Participaram da reunião os Prefeitos Fernando Gorgen (Querência), Gaspar Lazari (Confresa), Vanderlei Perin (Alto Boa Vista), Geraldo Vítor (Novo Santo Antônio), Domingos Neto (Santa Terezinha), Aloízio Irineu (Bom Jesus do Araguaia), Edi Escorsin (Porto Alegre do Norte), Naftaly Calisto (Vila Rica), Adário Carneiro (Ribeirão Cascalheira), Filemon Limoeiro (São Félix do Araguaia), Gersino Rosa (Nova Xavantina), Eurípedes Neri (Santa Cruz do Xingu), Gilberto Leoncine (São José do Xingu), Valdivino Carmo (Serra Nova Dourada), Parassu de Souza Freitas (Luciara), Luiz Henrique (Cocalinho) e Valdeir Luiz Ribeiro (Campinápolis), além de Lideranças Municipais, Vereadores, Empresários, Sociedade em geral, Representantes dos Sindicatos Rurais, APROSOJA e Movimento Mais Araguaia.

iNews com Gilmara Costa / AMNA

Responder

comment-avatar

*

*