Buraco na rodovia causa morte de motorista; congestionamento chega a 20 quilômetros

Da Redação – Priscilla Silva/ Da Reportagem Patrícia Neves

Um buraco é  causa do acidente que resultou na morte de Manuel Marinho de Azevedo, na manhã desta quarta-feira (14), na Rodovia dos Imigrantes (MT-407)  que liga o município de Várzea Grande à BR-164. Além da morte, o incidente também provocou um congestionamento de quase 20 quilômetros no local.  A previsão é de que somente por volta das 11h, a rotina de tráfego seja retomada  na pista com a retirada dos destroços dos veículos envolvidos (uma carreta e um caminhão) e mediante a limpeza do local, já que grande quantia de óleo se espalhou pelo local.

Segundo o policial Leandro Ecco, da Delegacia de Delitos de Trânsito, a batida aconteceu devido a um buraco na  ponte. “Pelas informações colhidas realmente foi o buraco, constatou”. Manuel dirigia uma caminhão  Mercedes, placa HQG 7225, que estava carregada de materiais para reciclagem.

Em toda sua extensão a via possui buracos que atrapalham o fluxo dos veículos no local. Segundos antes da colisão, Manuel teria sido alertado pelo seu carona e cunhado, Expedido Marcelino da Silva, de que havia um carreta parada na ponte – possivelmente em virtude do buraco. Ele tentou reduzir a velocidade,mas acabou atingindo um segundo veículo de carga que seguia em sentido contrário.

Porém, Manuel não teria conseguido reduzir a velocidade e na tentativa de desviar bateu  frontalmente com uma segunda carreta que vinha no sentido contrário. O lado da cabine em que estava Manuel ficou totalmente destruído, enquanto  o lado do carona ficou intacta e Expedito não teve nenhuma lesão.  “Nem acredito que eu consegui deixar a cabine sem um arranhão”, declarou ao Olhar Direto.

Por causa da colisão que aconteceu 6h, a rodovia dos emigrantes tem congestionamento de quase 20 quilômetros, que inicia na ponte na rodovia dos Imigrantes até o Trevo do Lagarto. A via está liberada apenas no sentido Santo Antônio do Leverger ao Trevo do Lagarto. Olhar Direto

Responder

comment-avatar

*

*