Buracos ao lado da R-158 escondem chassis de motos e animais mortos

ÁGUA BOA – A reportagem do Grupo Interativa de Comunicação foi informada de que havia um cemitério de motocicletas em determinada região da BR-158 entre Água Boa e Nova Xavantina, no Vale do Araguaia. Segundo a denúncia, uma empreiteira que recentemente trabalhou na recuperação da BR-158 abriu diversos buracos às margens da rodovia, para a retirada de terra a fim de ampliar o aterro da mesma. Em um desses buracos, exatamente na placa que indica 35 km para a cidade de Água Boa, no sentido de quem viaja de Nova Xavantina para Água Boa, localizamos vários chassis de motocicletas. Os quadros foram abandonados no local, por ser de difícil acesso.

Quem fez isso, esperava que os chassis nunca fossem descobertos, pois na época das chuvas, os buracos ficam cheios de água, e depois, também ficam encobertos pela vegetação. Porém, uma recente queimada atingiu aquele ponto da rodovia, expondo os chassis de motocicletas. Em outro buraco ao lado da mesma rodovia, há cerca de 5 km de distância, três carcaças de veados foram localizadas. Provavelmente, os buracos abertos serviram de armadilha para os animais, que ao caírem dentro, não puderam mais sair, morrendo de fome. As carcaças podem ser vistas por quem passa na BR-158. Os buracos que tem de 2 a 3 metros de profundidade, bem ao lado da pista asfáltica, são um perigo para quem transita pela rodovia.

 Em caso de desvio ou acidente, quem sair da pista se deparada com essa armadilha traiçoeira. Os buracos efetuados por essa empreiteira percorrem cerca de uns 15 quilômetros de extensão da BR-158, entre Água Boa e Nova Xavantina. O DNIT certamente deixou de fiscalizar esse tipo de obra, que já provou ser uma armadilha para animais de pequeno porte, e podem causar grandes tragédias. Resta agora à polícia investigar para achar os responsáveis pelo cemitério de motocicletas, provavelmente material de furto/adulteração.

Interativa -FM

Responder

comment-avatar

*

*