Cadeirante é preso em Fórum de MT após chamar cunhada de ‘preta fedida’

Caso ocorreu nos corredores do Fórum de Pontes e Lacerda.
Vítima aguardava para participar de uma audiência quando foi abordada.

Cadeirante foi preso por injúria racial e desacato em Fórum (Foto: Polícia Civil/ Pontes e Lacerda)

Um cadeirante, de 38 anos, foi preso em flagrante e encaminhado para a Cadeia Pública de Pontes de Lacerda, distante 483 km de Cuiabá, por injúria racial contra a cunhada. O suspeito teria chamado a vítima de ‘preta fedida’, durante uma discussão, segundo a Polícia Civil, dentro do Fórum do município. Ele ainda teria desacatado um policial militar, que tentou interromper a briga no corredor do Fórum e, por isso, deu voz de prisão contra o suspeito.

O delegado Gilson Silveira contou ao G1 que na tarde de terça-feira (9), o cadeirante se encontrou com a cunhada e mais duas testemunhas, que aguardavam para participar de uma audiência. Na ocasião, o homem teria se aproximado da mulher e a xingado com palavrões. “Ele a agrediu verbalmente na frente de diversas testemunhas que relataram a injúria racial contra a vítima. Uma das vítimas gravou as palavras desferidas contra a mulher”, explicou o delegado.

O policial que realiza a segurança no Fórum passava pelo corredor e interveio na discussão. “Momento em que o suspeito também desferiu várias palavras de baixo calão contra o policial, que deu voz de prisão”, disse Silveira. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e encaminhou o cadeirante para a delegacia.

De acordo com o inquérito, o suspeito preso e a vítima não se dão bem por conta de um relacionamento que ele teve com a irmã dela. A mulher teria o deixado e ele culpa a cunhada de ser a incentivadora para o abandono. A injúria racial é tipificada como ofensa a honra de uma pessoa utilizando elementos referentes à raça, etnia, cor, religião ou origem. Conforme o delegado, a pena para o crime caso ele seja condenado é de 1 a 3 anos.

Responder

comment-avatar

*

*