Campo Limpo mostrou que Canarana é campeã nacional no recolhimento de embalagens de defensivos

CANARANA – No ano em que a Ardava (Associação dos Representantes de Defensivos Agrícolas do Vale do Araguaia) completa 15 anos de atividades, sendo atualmente a maior central do Brasil em volume de embalagens vazias de defensivos agrícolas recolhidas, mais de 600 crianças participaram das programações, na sexta-feira, 17, da 14ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo.

Divididas em duas turmas de 300 crianças cada, alunos do 4º e 5º Ano de todas as escolas municipais da cidade e do interior, exceto do Culuene onde será feita uma programação específica, participaram na Ardava, de palestras sobre o Sistema Campo Limpo que fala do recolhimento e destinação das embalagens, sobre o uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual) na aplicação dos defensivos, além de uma palavra sobre prevenção e combate a incêndios florestais.

Conforme a gerente da Ardava, Eliane Felten, o objetivo em trazer as crianças é celebrar o sucesso e mostrar como acontece todo o sistema de recolhimento das embalagens de defensivos agrícolas. Atualmente o Brasil consegue recolher mais de 94% de todas as embalagens, sendo referência mundial.

“O Dia Nacional do Campo Limpo é justamente para celebrar o sucesso do sistema de destinação, onde que o Brasil é referência mundial. Estamos levando para as crianças uma mensagem educativa, promovendo nas novas gerações de que a preservação ambiental deve ser uma cultura”, disse Eliane.

Hoje a Ardava, que é presidida por Fabrício de Castro Magalhães, tem sua central em Canarana e duas filiais em Querência e Gaúcha do Norte, possuindo mais de 30 revendas associadas, recolhendo embalagens de todos os municípios do Vale do Araguaia. A expectativa em 2018 é recolher 1.300 toneladas de embalagens vazias, sendo a maior do Brasil em quantidade. Em 2003, quando iniciou as atividades, foram recolhidas 25 toneladas.

jopioneiro

Responder

comment-avatar

*

*