CANARANA: Com cara de tacho MT-326 está igual a alguns políticos


Está cada vez mais difícil trafegar pela MT-326. As trincas no asfalto viraram rachaduras, que viraram panelas, que agora são tachos, último estágio antes de virar cratera. Tacho é uma espécie de panelão utilizado geralmente para fazer sabão ou extrair a banha do porco em dias de carneação.
O asfalto é ruim. Não durou 10 anos. Construído no início da gestão Blairo Maggi como governador, em 2003, não durou nem 10 anos. Neste período, operações de tapa buraco já foram realizadas a dezenas. O problema foi se agravando à medida que o tempo e o tráfego crescente de caminhões por conta do aumento na produção agrícola foram avariando a obra.
No início do período chuvoso do ano passado os buracos reapareceram. Cresceram e mais nenhuma operação utilizando emulsão asfáltica foi realizada. Acabou que a MT-326, única via asfaltada de Canarana, comemorada pela população há 10 anos com fogos de artifício, está igual a alguns governantes, com cara de tacho, ou seja, algo sem graça, uma pessoa desen-xabida, que fez um papelão.
De responsabilidade do Governo do Estado, este preocupado com as obras da Copa do Mundo e o MT Integrado, que pretende interligar cidades do Mato Grosso sem asfalto, a recuperação de rodovias ficou esquecida. Quando as obras da Copa do Mundo e do MT Integrado ficarem prontas, aquelas obras já feitas, como a MT-326, estarão destruídas.
Com as intensas chuvas que tem caído no município e mais uma vez com recorde em área plantada de soja, a tendência é que os tachos virem crateras, dificultando ainda mais o acesso para quem sai e quem vem de Canarana, gerando prejuízos econômicos incalculáveis e até colocando vidas em risco.

jopioneiro

Responder

comment-avatar

*

*