CANARANA: CTG Pioneiros do Centro Oeste encanta os poloneses em festival internacional


O CTG Pioneiros do Centro Oeste continua fazendo história e tornando Canarana definitivamente a capital do nativismo gaúcho em Mato Grosso. Depois de se tornar campeã estadual, a invernada artística juvenil se consagrou campeã nacional em julho do ano passado, título inédito para o Mato Grosso. E para coroar essa trajetória de sucesso dos últimos anos, o CTG participou entre os dias 18/Jul e 08/Ago de festivais internacionais de folclore na Polônia, como representante do Brasil.
Conforme depoimento do diretor de danças do CBTG, Leandro Gonçalves, que é de Rio Verde/GO e acompanhou a delegação, a participação do CTG Pioneiros do Centro Oeste foi um sucesso: “Ao final, quando todos os grupos foram chamados ao palco, as crianças se posicionaram em frente e começaram a gritar Brasília (forma que os poloneses se referem ao Brasil), estendendo – se o couro a todo o público. Depois correram ao nosso ônibus para pedirem fotos, muitos chorando e gritando y love Brasília. Foi muito gratificante e emocionante”, contou. Leandro apresentou a dança boleadeiras. A invernada juvenil foi considerada o melhor grupo do festival.
Um dos festivais do que o CTG participou foi o “Kashubian Meetings With Folklore Of The World’, no período de 23 a 27 de julho, na cidade de Brusy, na Polônia, realizado pelo Centro Cultural e Bibliotecário de Brusy com a participação de 15 grupos folclóricos nacionais e estrangeiros como: Alemanha, Bulgária, Bielorússia, Canadá, Taiwan, Brasil e Macedônia. Além de Brusy, o CTG se apresentou em outros festivais pela Polônia e visitou pontos turísticos.
O CTG Pioneiros do Centro Oeste foi convidado pela  ABrasOFFA  –  Associação Brasileira dos Organizadores de Festivais de Folclore e Artes Populares, entidade que realiza Festivais de Folclore em várias cidades e que leva grupos brasileiros para representar o Brasil no exterior. A invernada juvenil era formada por jovens entre 13 e 18 anos e mostrou o folclore gaúcho com danças como balaio, tatu, chimarrita, xote carreirinha e ainda as danças dos facões, chula e boleadeiras. Acompanhando a invernada um grupo musical composto de 05 integrantes de Alegrete/RS, tocavam violões, gaita, bumbo leguero e vocais que acompanham o grupo nas danças, executando músicas tradicionais.
No primeiro dia de festival os grupos foram convidados para a troca de presentes, e cada grupo trocou presentes com as autoridades da cidade e participou da integração, onde cada país mostrou um pouco das suas tradições e cultura. Foi pensando nisso que o Patrão do CTG e instrutor de danças, José Mitielo, criou uma música em polonês, que encantava os polacos por onde o grupo passava: “Polo… Polo… Nia, Polo… Polo… Nia; Podoba mi sie tutaj (Gosto de estar aqui); Ciesze sie (Me alegro); Kocham Brusy (Amo Brusy)”.
Na opinião dos jovens integrantes do grupo, a experiência foi inesquecível e oportunizou que conhecessem novas culturas.

jopioneiro

Responder

comment-avatar

*

*