CANARANA PERDE O GRANDE RADIALISTA WILMAR PFEIFER, MAIS CONHECIDO COMO GORDO

Wilmar Pfeifer e família - 04.01.13Faleceu às 11:oo hs desta segunda-feira, dia 30 de setembro de 2013, em  Goiânia, o radialista Wilmar Pfeifer, mais conhecido por Gordo Pfeifer. Ele começou a passar mal na tarde de sexta-feira. Foi internado em Canarana e no sábado transferido para o Hospital Regional de Água Boa. Como seu estado de saúde piorou, na noite de domingo, foi transferido de ambulância para Goiânia. Lá, foi internado na UTI, mas seu estado de saúde piorou, vindo a falecer. Segundo informações ainda não confirmadas, Gordo Pfeifer teve um problema no pâncreas que acabou se generalizando. Seu corpo será transladado para Canarana ainda no dia de hoje. O velório será  na Câmara Municipal de Vereadores e o sepultamento às 17:00 hs desta terça-feira no Cemitério Municipal.

Wilmar Pfeifer deixa uma página da história marcante em nosso município, tendo atuado como radialista durante mais de 20 anos na Rádio Capital ao Araguaia, antiga Rádio Gaspar FM. Seu principal programa sempre foi o de domingo de manhã, que era do gênero gauchesco. Foi também secretário e funcionário municipal. Na eleição de 1988 foi candidato a vereador pelo MDB, mas não conseguiu se eleger. Nas eleições seguintes sempre trabalhou como locutor nas campanhas políticas. Em 1992 trabalhou para o candidato Saul Colossi, em 1996 para Darci Jesus Romio, em 2000 para o candidato Evaldo Diehl, em 2003 para o Professor Nilton Ohland, em 2007 para o candidato Walter Faria e na última eleição, em 2012, trabalhou como locutor do candidato Fábio Faria.

Entre outras funções que desempenhou, foi a de patrão do CTG Pioneiros do Centro Oeste, chefe da Ciretran e nos últimos 8 anos desempenhou o cargo de Juiz de Paz. Como profissional da comunicação também atuou com carro de som volante fazendo propagandas comerciais pelas ruas da cidade. Outra marca da trajetória de Wilmar Pfeifer ele deixa como cantor, tendo conquistado o troféu de música mais popular durante as três edições do Festival Gauchesco denominado Grito Pampeano promovido pelo CTG Pioneiros do Centro Oeste. As músicas defendidas foram Herança de um Bravo, Tipo Bicho e Gaúcho fracassado.

Wilmar Pfeifer nasceu em Redentora – RS, no dia 15 de janeiro de 1961 (estava com 52 anos de idade), casou-se com Marlene Biguelini no dia 06 de abril de 1985 com a qual teve os filhos Josiane e Daniel. Era participante da Igreja Católica e fazia parte do Movimento de Casais OVISA desde agosto de 2001, sendo membro do Grupo São Miguel do Bairro Jardim Tropical. Outra marca forte que o Gordo Pfeiffer deixa em nossa comunidade é o seu trabalho como leiloeiro das promoções das igrejas e outras entidades. A foto abaixo ilustra sua participação como comentarista da Missa Sertaneja, que vem sendo celebrada a 4 anos no pavilhão do Centro Auxiliadora.

Missa Sertaneja 19.06.11_105

Responder

comment-avatar

*

*