CANARANA: Plantio da soja atrasado por falta de chuvas

O plantio da soja está atrasado na região de Canarana (MT) se comparado com o mesmo período do ano anterior. Até o momento, pouco mais de 6% da área foi semeada com o grão. Em todo o estado, o cultivo da soja já passou dos 34% da área, equivalente a 1,4 milhão de hectares.

Arlindo Cancian

O levantamento é do Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária). As chuvas continuam localizadas e em muitas propriedades não há umidade suficiente no solo para o plantio das sementes. A informação é do presidente do Sindicato Rural do município, Arlindo Cancian. As previsões climáticas só indicam chuvas mais regulares a partir da segunda quinzena de novembro.

Caso o cenário se confirme, a janela ideal de plantio do milho safrinha poderá ser comprometida. “E mesmo que as chuvas se estendam até abril de 2017, há várias preocupações com os financiamentos bancários, janela de plantio e seguro, conforme reforça a liderança sindical. “Além disso, os custos de produção estão mais altos nesta temporada e há uma preocupação com a disponibilidade e qualidade das sementes. Por isso, a orientação é que os produtores tenham cautela e fiquem atentos à umidade no solo para evitar perdas”, alerta Cancian.

Negócios antecipados

Para essa temporada, os produtores rurais fecharam alguns negócios com a soja. “Porém, os produtores estão receosos. No ano passado, tivemos muitas vendas e mais adiante não tivemos produtividade”, finaliza o presidente do sindicato. (Por Fernanda Custódio – Notícias Agrícolas/Jornal O Pioneiro)

Responder

comment-avatar

*

*