Canarana: Rapaz que estava desaparecido é encontrado morto

321064_516627238360296_624627943_nAleic Antunes Silva de 26 anos, que estava desaparecido desde as 17h30 deste domingo(28/07)  é encontrado morto, na entrada de uma fazenda ha 20 km da cidade de Canarana, motivação do crime latrocínio, roubo seguido de morte. Aleic teria saído junto com o comprador do seu carro, um Celta Preto.

Veículo que já  foi localizado e apreendido. Dois suspeitos do assassinato  já foram presos. Informações repassada pela polícia civil de Canarana.

 Atualização

Os dois réus confessos, são Carlos Alexandre Pereira de Jesus, 20 anos, e Claudiney Junior Blanco, 19 anos, moradores de Canarana. Aleic Antunes Silva, morador de Água Boa, veio até a cidade de Canarana atraído pelos autores pela promessa de compra do seu carro.

Claudiney Junior Blanco teria dito a vítima para se deslocarem até a fazenda do seu avô, na região de Serra Dourada, para entregarem o dinheiro. No caminho, Carlos Alexandre Pereira de Jesus, que estava no banco de trás, usou um fio para sufocar a vítima. Posteriormente, Aleic Antunes Silva foi degolado com uma faca e seu corpo jogado no meio do matagal.

Os policiais localizaram no dia seguinte, segunda-feira, o veículo pela cidade. A primeira versão dos então suspeitos foi de que eles tinham comprado o carro, entregue o dinheiro e não sabiam do paradeiro da vítima, a qual teria dito a eles que voltaria para a cidade de Água Boa, dando a entender que o dinheiro que Aleic Antunes Silva recebera, poderia estar envolvido com o seu sumiço.

Porém, a equipe de policiais composta pelos investigadores Molina, Roberto, Valteni e o escrivão Éder, conseguiram elucidar o crime. Eles encontraram uma mancha que pode ser de sangue da vítima no interior do carro. Os dois acabaram confessando o latrocínio. Claudiney Junior Blanco teria dito à polícia que certa vez recebera ameaça de morte da vítima, versão que a PC não acredita.

Após a solução do crime, a família da vítima enfrentou outro problema. Não conseguia médico legista para fazer o laudo. Era quase meia noite de segunda-feira, o corpo dele estava em frente a DEPOL de Canarana e o único médico legista disponível na região ficava no município de Campinápolis. Peritos da cidade de Água Boa realizaram o trabalho técnico.

Aleic Antunes Silva era apaixonado por carro de som e constantemente vinha a Canarana participar de eventos desta natureza. Tinha muitos amigos em Água Boa, Canarana, Querência e outros municípios da região, deixando todos chocados com este crime frio e bárbaro.

Foto:jopioneiro

Responder

comment-avatar

*

*