Mais de 2 mil pessoas já assinaram o abaixo assinado que pede Clemência à Presidenta Dilma pela não desocupação da Suiá Missu

O abaixo assinado on-line que está disponível no site petições públicas, pedindo clemência à Presidenta Dilma Rouseff pela não desocupação das famílias da Suiá Missu, já registrou mais de 2 mil assinaturas até a noite desta segunda-feira (19). (PARA ASSINAR O ABAIXO ASSINADO CLIQUE AQUI)

De acordo com o abaixo assinado, a desocupação da área da Suiá Missu determinada pela Justiça é uma covardia. Diz o texto: “Abaixo assinado de apelo a Presidenta Dilma Rousseff, para que seja revista a situação do despejo das famílias da Suiá Missu. São cerca de 7 mil pessoas que estão para serem despejadas do local que elas escolheram para viver sem direto a praticamente nada e sem terem lugar para ir. São idosos e crianças, pessoas que acreditaram e investiram os seus sonhos naquele local. Através deste abaixo assinado, pedimos que a autoridade máxima deste país atenda ao apelo dessas pessoas, para que seja aceita a permuta de área proposta pelo Governo de MT e que tudo continue como está. Pedimos clemencia a FUNAI para que tenha bom senso. O Povo do Araguaia clama por uma decisão sensata dos Ministros, Juízes e da Nossa Presidenta. Queremos os direitos garantidos a todos deste país, aos brancos, pardos, negros e índios, mas queremos que o nosso direito também seja respeitado.
Estamos vivendo um momento de terror na região do Araguaia, o clima é tenso e de guerra e caso uma decisão favorável aos moradores da Suiá Missu considerada área indígena Marãiwatsédé, no nordeste do estado não aconteça, haverá derramamento de sangue porque os moradores estão dispostos a morrer por esta terra.
A ordem de despejo diz que as famílias devem deixar a área até o dia 06 de dezembro. Precisamos colher o máximo de assinaturas possível.
Clemência é o que pedimos através deste abaixo assinado:”

De acordo com o vice-presidente da APROSUM João Camelo, o abaixo assinado faz parte do movimento que a Associação, Produtores e prefeitos e vereadores do Norte Araguaia estão fazendo para tentar impedir que a área seja desocupada. “Nós temos que ter esperança e agir, esse abaixo assinado também é uma forma de pressionar o Governo, por isso quanto mais assinaturas nós tivermos mais chances teremos de mostrar que muitas famílias estão sofrendo com essa determinação da Justiça, então eu peço mais uma vez para todos ajudarem a divulgar esse abaixo-assinado, para que possamos chegar em pelo menos 10 mil assinaturas, o Araguaia tem que nos ajudar e nós estamos contando com essa ajuda”, declarou João Camelo que também é produtor e tem terras dentro da área da Suiá Missu.

No dia 22 de novembro, próxima quinta-feira vai haver um grande manifesto envolvendo autoridades e políticos, com a presença da Câmara Federal, Assembleia Legislativa, Representantes do Governo Federal e também do Governo Estadual. “Nós estamos conclamando o Araguaia para participar desse ato que vai acontecer no próximo dia 22 no Posto da Mata, precisamos da ajuda de toda a população do Norte Araguaia, a presença é fundamental para mostrar em quantos nós somos e que essa decisão afeta diretamente a região do Araguaia”, destacou o deputado Baiano Filho envolvido no movimento que acontece dia 22.

A desocupação da área da Suiá está marcada para acontecer a partir do dia 06 de dezembro e as ordens judiciais para que as famílias desocupem á área já começaram a ser entregues no inicio do mês de novembro.

agenciadanoticia.

Responder

comment-avatar

*

*