Casal é detido por agressões com lesões corporais graves em filhos de 1 e 3 anos.

Foi detido na segunda feira, 01, em Nova Xavantina,  o casal Valter Bezerra da Silva, de 30 anos e Marcilene Bezerra da Silva, de 22 anos, acusados de espancar os filhos Luís Felipe Bezerra da Silva, de 3 anos e Ana Vitória Bezerra da Silva, de 1 ano; causando lesões corporais  graves nas crianças.

Com casa na cidade, na Rua Francisco Lima,  setor Xavantina, mas morando e trabalhando na Fazenda Três Corações, Estrada Vicinal do P.A. da Ilha do Coco, Valter e Marcilene compareceram no Hospital Municipal Dr. Daércio de Moraes, na noite do último domingo, 31, com o casal de filhos, que segundo eles, tinham “se machucado”.
Ao atender às crianças, a médica plantonista, Drª Beatriz Moura Guimarães, constatou que Luís Felipe estava com sinais visíveis de fratura no crânio, e vários hematomas no corpo. Ana Vitória estava com os dentes quebrados e vários sinais de fraturas, as quais foram confirmadas pelas chapas radiográficas.
                                            CRIME
Indagados sobre a causa dos graves ferimentos, os pais respondiam que Luís havia “caído da cama” e Ana Vitória havia “quebrado o braço quando aprendeu a andar”. Percebendo a anormalidade da situação, Drª Beatriz acionou o Conselho Tutelar, que atendeu a ocorrência através das conselheiras Denise Toyama e Liliana Ximenes.
Diante a realidade dos fatos, atestado pelo quadro clínico do hospítal, testemunhas, enfermeiros e conselheiras, a Polícia Militar foi acionada, e ato contínuo deu voz de prisão ao casal, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, e posteriormente à Unidade Prisional de Nova Xavantina, onde estão detidos, aguardando o desenrolar do processo.
Devido a gravidade das lesões, as crianças foram transferidas para Goiânia: Luís Felipe com suspeita de traumatismo craniano, foi removido na manhã da segunda feira, 01, sedado e internado na UTI de um hospital da capital goiana. Ana Vitória com suspeita de fratura na coluna, seguiu na manhã desta terça feira, e aguarda-se o resultado dos exames.
No momento em que escrevemos, as informações são de que Luís já saiu da UTI e fez a primeira alimentação, ou seja, aparentemente não corre perigo de vida.
Voltaremos ao assunto assim que surgirem novas informações.
ATUALIZAÇÃO – Quarta feira, 03 – 14.22 hs. – Em contato com a Conselheira Tutelar Liliana Ximenes, que está retornando de Goiânia onde esteve acompanhando a internação de Luís Felipe, esta nos informou que o menino foi diagnosticado com “isquemia” cerebral, uma doença caracterizada pela falta de oxigênio no cérebro, no seu caso, provocado pelas agressões sofridas.
Segundo ela, ainda não se sabe se haverá sequelas e por quanto tempo. Segundo Liliana, os médicos acreditam que por ser uma criança de três anos, o quadro pode ser revertido satisfatoriamente; ou não. No momento ele permanece sonolento, uma característica da doença, e sob os cuidados de uma tia avó, que ficou com ele em Goiânia.
Quanto à Ana Vitória, além da restauração da fratura no braço, a conselheira disse que será feito uma cirurgia corretiva na coluna, onde houve lesões, no entanto sem caracterizar fratura na espinha.
Segundo ela, as perninhas correspondem aos reflexos, sinal que não houve fratura, o que aumenta as chances de recuperação. Ela também está sob os cuidados de outra tia avó, segundo a conselheira, “muito fechada”, que não dá muitas informações.
Quanto à guarda das crianças, o Conselho Tutelar de Nova Xavantina informou que o caso já foi encaminhado ao Ministério Público local, que dará a solução sobre a questão, já que é de sua competência. Segundo informações da Polícia, a mãe, Marcilene, está grávida de um terceiro filho. Ela e o marido Valter permanecem detidos na Cadeia Pública de Nova Xavantina.
Continuaremos acompanhando caso e daremos novas informações assim que elas surgirem. Interessante News

Responder

comment-avatar

*

*