Cermac capacita profissionais de saúde que trabalham com AIDS e Hepatites Virais

Em 2011 foram notificados 5 casos em Canarana

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio do Centro Estadual de Referencia de Média e Alta Complexidade (Cermac), oferece capacitação aos profissionais de saúde do município de Diamantino que trabalham com os serviços de assistência especializados em testagem e acolhimento em HIV/AIDS e Hepatites Virais.

A Capacitação será realizada no período de 12 a 16 de março, na sede do Cermac, com carga horária de 40 horas. Ao todo serão capacitados 11 profissionais do município de Diamantino.

Segundo a diretora do Cermac, Cresa Moreira Pinto, a capacitação faz parte da política de descentralização da saúde do Estado, e permitirá aos profissionais de saúde de Diamantino a construção de novos conhecimentos no contexto dessas doenças e implantação dos serviços no município para o atendimento de sua área de abrangência.

“A AIDS e as hepatites virais são doenças crônicas que necessitam de cuidados intensos em prolongados, por isso da importância da capacitação dos profissionais envolvidos com esses cuidados. O conteúdo ofertado, além das informações cientifica sobre esses agravos terão orientações dos protocolos e normatizações preconizados pelo Departamento Nacional de DST/AIDS/Hepatites Virais”, disse a Diretora.

Cresa Moreira explica ainda que tanto para o tratamento clínico como para a assistência farmacêutica dessas doenças têm que seguir os protocolos do Ministério da Saúde (MS), sendo os medicamentos ofertados única e exclusivamente pela Saúde Pública. “O serviço na região de Diamantino vai possibilitar o acesso aos serviços de diagnostico precoce e no início do tratamento, para as pessoas que vivem com essa condição de adoecimento, ampliando assim os potenciais de cuidados ofertados dentro de práticas inovadoras e efetivas no tratamento. Dessa forma com a realização da capacitação de serviços de uma assistência especializadas, acreditamos que seja possível minimizar as dificuldades enfrentadas pelos usuários do SUS, onde eles terão atendimento mais próximo de sua residência”, disse ela.

O público alvo da capacitação são os profissionais que compõem a equipe de saúde que presta assistência clínica e ambulatorial, as PVHA/Hepatites Virais e os profissionais que atuam no Centro de Testagem e Acolhimento (CTA).

Outro objetivo da capacitação é dar informações aos profissionais sobre a utilização do sistema de informação da vigilância epidemiológica na notificação das doenças. Os profissionais vão aprender a entrar nos programas do sistema de Agravo de Notificação (SINAN), no sistema de Acompanhamento de Pacientes (SAP) e no sistema SI-CTA, além de conhecer as questões jurídicas e de ética profissional, as de estratégicas de redução de danos, saúde preventiva.

DADOS: Em 2011 foram notificados 662 casos de AIDS, entre eles homens, mulheres, gestantes e crianças. Desses números a notificação em adulto foi de 550, criança 4 e casos de gestantes com HIV 111.

Do total de casos notificados no ano de 2011, Cuiabá diagnosticou 208 casos, Rondonópolis 107, Várzea Grande 6, Sinop 89, Tangará da Serra 39, Cáceres 28, Barra do Garças 15,Sorriso 22, e os demais municípios com notificação foram Alta Floresta 1,Campo Novo do Parecis 1, Campos de Júlio 1, Canarana 5, Chapada dos Guimarães 1, Confresa 15, Guarantã do Norte 3, Juara 2, Juína 2 Nova Mutum 1 , Pontes de Lacerda 3. Tapurah 1.

Dados do Sinan apontam que de uma série histórica, do ano de 1984 até 2010 Mato Grosso apresentou registro de 6,937 casos de AIDS., sendo 6,729 casos em adultos(3,973 no sexo masculino, 2756 no sexo feminino). Em menores de 13 foram notificados 208 casos.

odocumento com Redação Canarana News

Responder

comment-avatar

*

*