Chuva deve chegar mais cedo este ano e plantio de soja pode ser antecipado

A preocupação continua sendo a proliferação do fungo da ferrugem asiática devido ao clima úmido

O período chuvoso em Mato Grosso deve iniciar em setembro e se esta previsão se confirmar os produtores rurais já devem colocar as máquinas no campo logo no final do vazio sanitário, em 15 de setembro. Segundo o coordenador da comissão de Gestão da Produção da Aprosoja, Naildo Lopes, as chuvas antecipadas favorecem o plantio mais cedo da soja e também a segunda safra de milho.

A previsão do Somar, instituto de meteorologia, aponta para um mês de agosto seco em toda a região Centro-Oeste, com pancadas isoladas. Em setembro, a chuva deve chegar mais cedo. No Sul do estado, as chuvas serão mais fortes e frequentes, com acumulados de até 100 milímetros, já no Norte os acumulados devem ser de cerca de 50 milímetros e o tempo deverá ficar mais seco.

A chuva prevista para o mês de setembro será parecida com a de verão, segundo o meteorologista Celso Oliveira. “São pancadas no fim do dia e não chuva fraca durante vários dias seguidos”, explicou. Assim, o solo fica úmido, dando condições para os agricultores iniciarem o plantio.

Porém, este clima mais úmido e quente favorece a sobrevivência do fungo da ferrugem asiática, o que deve deixar o produtor rural em alerta. De acordo com o meteorologista da Somar, a próxima safra deverá passar pela mesma situação encontrada na safra de 2009/10. “Naquela época a instalação, desenvolvimento e colheita da soja foram muito bons, já que não foram registradas grandes invernadas, que são períodos de muita chuva e pouca insolação. O único problema é que a ferrugem ‘explodiu’ por causa das chuvas registradas no inverno”, explicou Celso Oliveira.

Naildo Lopes ressalta que os produtores rurais precisam tomar cuidado para não deixar planta guaxa (tiguera) nas áreas de lavoura e também nas margens das rodovias. “Essas plantas se tornam hospedeiras do fungo e podem proliferar a doença quando a safra for iniciada”, explica.

Ascom Aprosoja

Responder

comment-avatar

*

*