Cidade de MT sedia GP de Cross Country Olímpico 2014

Evento acontecerá nos dias 19 e 20 deste mês, uma etapa do Ranking Brasileiro de Cross Country Olímpico, com o 2º GP Querência de Cross Country Olímpico.

A cidade de Querência, região nordeste do Estado, recebe nos dias 19 e 20 deste mês, uma etapa do Ranking Brasileiro de Cross Country Olímpico, com o 2º GP Querência de Cross Country Olímpico. A competição ciclística, já tem confirmado a presença de atletas do Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e das principais cidades de Mato Grosso. A prova tem total apoio da Prefeitura Municipal de Querência e Câmara Municipal de Querência.
Para o coordenador da competição, Vanderli Vilela, a etapa promete pegas memoráveis, já que, segundo ele, os atletas da grande região do Araguaia estão em plena forma física e técnica. “Cada ponto é fundamental para os atletas, pois este ano, teremos muitas competições no país todo, então um ponto pode fazer muita diferença no final do ano”, cita Vilela.
Um dos destaques é Willian Pecego, que representou Mato Grosso, no Pan-americano de Cross Country, que foi disputado em Minas, no mês passado. Pecego ficou na 22ª colocação. Para sua primeira competição em nível internacional, foi muito bem.
Manoel Lima, dirigente da FMTC, avalia como excelente o atual momento do esporte em Mato Grosso. Mesmo com a falta de um melhor apoio e patrocínios, o esporte tem obtidos avanços em termos de resultados, em nível nacional. “Mato Grosso é referencia nas categorias de base, principalmente na cidade de Barra do Garças. Em todas as modalidades e categorias, os atletas competem para conquistar, sempre o primeiro lugar”, ressalta.
O dirigente cita o novato Tiago de Lima, (Rosário Oeste), que faz a sua segunda temporada no ciclismo e já lidera a categoria Infanto-juvenil, do Ranking Brasileiro da CBC. Já o paratleta Douglas Astério de Rondonópolis obteve a terceira colocação no Ranking da CBC, neste último final de semana. Astério compete na modalidade Tandem. A prova foi disputada em Peruíbe (SP). Este atleta é deficiente da visão.
A expectativa é grande com relação a esta temporada, ainda mais, depois que o Governo do Estado de Mato Grosso, através da Secretaria de Esportes garantiu a quitação de todas as Bolsas Atletas em atrasos. Os valores giram em torno de 4,5 milhões e meio de reais. Destes valores, mais de um terço, é só para os atletas do esporte do pedal. “Esta conquista se deve, em muito ao professor Alessandro Marcondes, presidente do Consed/MT, que lutou bravamente em prol dos atletas amadores”, declara Lima. Expresso MT

 

Responder

comment-avatar

*

*