Cinema da Capital terá que indenizar cliente em R$ 6 mil

MARISA NASCIMENTO.

A juíza do 3º Juizado Especial de Cuiabá, Patrícia Ceni, condenou o Cinema Multiplex Pantanal a pagar uma indenização de R$ 6 mil a um rapaz portador de necessidades especiais que teve um direito negado de assistir à pré-estreia de um filme sob a alegação de que a sessão já estaria lotada.

Marcos Lopes/HiperNotícias


Não podendo comprar seu ingresso na bilheteria, o autor da ação relatou que adquiriu um bilhete de uma das pessoas que já estava na fila para entrar na sessão. Ao entrar na sala, percebeu que os lugares reservados para cadeirantes estavam livres.

Na audiência, o cinema alegou que os lugares de sala já estariam ocupados, e por isso não concedeu a cortesia ao cadeirante. A empresa também argumentou ter oferecido ao reclamante um bilhete para que pudesse assistir ao filme em outra sala.

A juíza admite que a justificativa da empresa seja aceitável, uma vez que sessões de pré-estreias são, na maioria dos casos, sucessos de bilheteria, de modo que a venda de ingressos se esgote rapidamente.

No entanto, o estabelecimento não pode se negar a garantir direitos previstos em lei. É preciso manter controle sobre a entrega e destinação do benefício, o que não houve neste caso.

HiperNotícias procurou os responsáveis pelo Cinema Multiplex Pantanal para se posicionarem acerca da condenação, mas não obteve respostas. Procurado pela reportagem, o Shopping Pantanal não fala sobre o assunto. hipernoticias

Responder

comment-avatar

*

*