Cocalinho: Van escolar queima, alunos ficam sem aula e comunidade reclama

 Pais de alunos que moram em fazendas na região do Calcário no interior de Cocalinho estão reclamando da falta de transporte escolar. Segundo denúncia dos pais, um micro-ônibus que fazia o transporte escolar na região da fazenda do amado Batista acabou incendiando, deixando perto de 30 alunos sem aulas.

Os pais esperam que a secretaria de educação de Cocalinho resolva o problema com urgência. Alguns pais até denunciaram o caso no Ministério Público Estadual da comarca de Água Boa.

Nosso departamento de jornalismo fez contato esta manhã com o secretário de educação de Cocalinho. Márcio Nunes de Aguiar informou que, logo depois do incêndio do micro-ônibus, passou a estudar a melhor forma para resolver o problema. Aguiar disse que o coletivo teve um defeito mecânico e foi deixado em uma estrada do interior na região da antiga fazenda Barro Alto. Quando os funcionários da prefeitura retornaram ao local para providenciar na remoção do ônibus, o mesmo estava queimado. O secretário de educação não descarta que o incêndio tenha sido criminoso, causando danos ao patrimônio público. Segundo Marcio Aguiar, o caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Cocalinho. O transporte escolar na região da Fazenda de Amado Batista será retomado nesta terça-feira.

Interativa

Responder

comment-avatar

*

*