Profissionais de educação do Estado realizam 1ª assembleia da greve

Os profissionais de educação da rede estadual de ensino realizam nesta segunda-feira (26), às 14h, na Escola Estadual Presidente Médici em Cuiabá, a 1ª assembleia geral após o início da greve. A reunião da categoria tem como objetivo avaliar o movimento de greve em Mato Grosso desde o dia 12 de agosto, quando teve início a paralisação das atividades nas unidades escolares.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) a adesão à greve supera as expectativas. Das 744 escolas da rede estadual, 79% estão totalmente com as atividades suspensas e 3% parcialmente paralisadas. A maioria das unidades que ainda não aderiram ao movimento grevista estão localizadas na zona rural.
Desde que a greve iniciou, há 15 dias, uma reunião realizada no dia 16 de agosto entre representantes do Sintep/MT e do governo terminou sem avanços significativos. Os secretários de educação e administração apontaram calendário de chamamento dos classificados no último concurso público em 2010. No entanto, o número informado está longe de suprir a quantidade de cargos vagos na rede estadual de ensino.
A pauta de reivindicações da categoria exige:
-Dobra o poder de compra dos educadores
-Realização imediata de concurso público;
-Chamamento dos classificados do último concurso;
-Garantia da hora-atividade para interinos;
-Melhoria na infraestrutura das escolas;
-Aplicação dos 35% dos recursos na educação como prevê a Constituição Estadual;
– Autonomia da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) nos recursos devidos na área
assessoria

Responder

comment-avatar

*

*