Com mortes, dengue segue se alastrando em MT e controle é precário

Os números da dengue em Mato Grosso não deixam dúvidas: a doença se alastrou no Estado.  De 1º janeiro a 21 de março de 2013, o Estado de  registrou 21.731 casos notificados de dengue, com 14 ocorrências de óbito. Isso mesmo: 14 pessoas já morreram este ano por causa da doença. Mas o que parece ruim, na verdade, pode ficar ainda pior. O controle é precário, segundo denuncia o presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Combate a Endemias (Sintrace), Wilson Cutas.
“Como pode eliminar, combater a dengue se a própria gestão deixa a desejar no combate à dengue?” – ele questiona, ao registrar que falta condições de trabalho bem como equipamento de proteção individual para os agentes. Ttambém há carência de materiais de trabalho aos agentes no campo, moto para os supervisores de campo e carros para supervisores gerais. “As camionetas L 200 estão paradas no pátio do Centro de Controle de Zoonoses há quase dois  meses” – disse.
As L 200 deveria estar conduzindo os agentes para realização das borrifações costais. Sem condução, todo o trabalho de combate ao mosquito transmissor está sendo comprometido. Bem como o combate nos locais de grandes criadouros através do sistema  de fumacê.
Ele diz que os supervisores de campo por não terem suas motos para dar os suportes aos agentes no campo e serem o elo dos agentes com o centro de controle de zoonoses também estão atuando como agentes ficando comprometidas as investigações que os agentes trazem, as denuncias feitas pelos munícipes e averiguar em loco os locais onde foi confirmado dengue. “Os agentes estão trabalhando sem condições” – frisou.
O Município de Cuiabá registrou 1.244 casos. No ano passado, foram  2.111 casos. O quadro epidemiológico caracteriza-se pela circulação simultânea de dois sorotipos virais da dengue, o DENV 1 e a introdução do sorotipo DENV 4 no Estado.
Cutas disse que a entidade sindical vem solicitando com muita insistência uma reunião com o prefeito Mauro Mendes para discutir a questão de Cuiabá.
Para combater os focos do mosquito da dengue em casa, o cidadão deve seguir as seguintes orientações: Limpe calha dos telhados; limpe os pratinhos dos vasos de plantas; mantenha piscinas limpas; não deixe formar poças dágua; elimine qualquer tipo de material  que possa acumular água; garrafas ou recipientes sempre virados de boca para baixo; pneus mantidos em locais cobertos para não acumular água; tampe bem as caixas dágua e os poços. 24 Horas News

Responder

comment-avatar

*

*