Comarca tem troca de juízes e retorno do Dr. André Simões

CANARANA – O Dr. André Barboza Guanaes Simões, juiz de direito, voltou a atuar na Comarca de Canarana, depois de passar um tempo em Ribeirão Cascalheira. O retorno do Dr. André ao nosso município, ocorreu depois que o Dr. Wladys Roberto Freire do Amaral, nesse início de ano, deixou a comarca de Canarana para retornar a Lucas do Rio Verde, onde atuava antes de vir para nossa cidade.

O Dr. André assumiu a 1ª Vara da comarca de Canarana, mas continua respondendo pela comarca de Ribeirão Cascalheira, de onde também fazem parte as cidades de Bom Jesus do Araguaia e Serra Nova Dourada. A sua esposa, Dr.ª Caroline Schneider, é a titular da 2ª Vara e do Juizado Especial de Canarana, e também é responsável pela comarca de Querência.

Segundo informações do Dr. André, diretor do Fórum, começou neste mês o treinamento dos novos juízes que trabalharão no judiciário de Mato Grosso. O treinamento terá duração de três meses. Em junho, eles irão assumir as comarcas de 1ª Entrância, onde se encaixam Ribeirão Cascalheira e Querência. Assim, os dois juízes de Canarana deixarão de atuar nas cidades vizinhas para ficarem somente atuando em nossa comarca, o que vai dar muita celeridade aos processos.

Conforme o Dr. André, um estudo apontou que o adequado seria que cada juiz fosse responsável por no máximo 900 processos. Em Canarana, as duas varas mais o juizado especial somam cerca de cinco mil processos. Quando ambos estiveram trabalhando somente em nossa comarca, a média será de 2.500 processos cada, ainda acima do ideal, mas bem abaixo do que outras comarcas do estado, onde um juiz chega a ser responsável por até 10 mil processos.

No melhoramento do poder judiciário, além da contratação de novos juízes, o que indiretamente beneficiária Canarana, soma-se ainda a construção do novo fórum na comarca, contratação de mais servidores e aquisição de equipamentos, como computadores. Tudo isso ajuda para que os cidadãos de Canarana tenham acesso a um melhor serviço de justiça. A licitação para construção do novo fórum acontecerá ainda neste mês e o início das obras já na sequencia.

“Posso afirmar que nós temos (Canarana) uma justiça de primeiro mundo, como nos Estados Unidos”, disse o Dr. André, que no ano passado esteve em Nova York e conheceu como funciona o poder judiciário de lá. O juiz contou que a justiça dos EUA funciona de uma forma muito mais informal, o que dá mais agilidade, porém a defesa aos cidadãos é mais limitada que no Brasil, onde a justiça é mais burocrática. (DR).

Na sequencia: Dr. Wladys – que deixou Canarana, Dr.ª Caroline e Dr. André.

Pioneiro

Responder

comment-avatar

*

*