Como proceder diante de uma escolta

Uma das atribuições desempenhadas pela Polícia Rodoviária Federal durante o Mundial FIFA 2014 será o serviço de escolta e batedor de chefes de estado e autoridades que passarem pela capital mato-grossense por ocasião dos jogos. As escoltas realizadas pela instituição foram previstas no planejamento estratégico da Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos (SESGE) e encontram amparo legal no artigo 29 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), além do decreto nº 1655/95, que define a competência da Polícia Rodoviária Federal.

Com a aproximação do início do evento, a rotina das cidades-sede está se transformando e a população vai se acostumando a dividir o trânsito com os imponentes veículos de duas rodas. O encantamento com as charmosas motocicletas Harley-Davidson é inevitável aos olhos daqueles que estão no caminho. O comboio chama a atenção por onde passa.

As simulações dos deslocamentos e os reconhecimentos das rotas protocolares são fundamentais para garantir a excelência no cumprimento da missão e vão se tornando cada vez mais frequentes. A principal função dos batedores é levar o escoltado ao seu destino de maneira rápida e segura. Dessa forma, durante o deslocamento, policiais rodoviários federais interditam cruzamentos por alguns instantes e orientam condutores e pedestres que aguardem a passagem do comboio.

Para minimizar eventual desconforto dos motoristas e pedestres que se depararem com os batedores, bem como garantir um deslocamento seguro aos usuários da via e aos policiais, a PRF orienta:

1 – Facilite a passagem da escolta.

2- Obedeça prontamente às determinações dos motociclistas. Eles indicarão como o condutor deve proceder.

3- Evite paradas para questionamentos acerca do serviço.

4- Evite buzinar. A via ficará bloqueada apenas o tempo estritamente necessário para passagem da escolta.

5 – Mantenha a calma.

6 – Evite mudanças bruscas de direção.

7 – Pedestres, ao perceberem a escolta se aproximando, aguardem no canteiro ou na calçada.

8 – Não avance os locais bloqueados pelos policiais.

9 – A desobediência às determinações dos motociclistas está sujeita à multa gravíssima, prevista no artigo 189 do CTB e pode causar graves acidentes.

10 – Seja paciente e contemple a passagem do comboio. Afinal, esse é um momento único para as cidades de Cuiabá e Várzea Grande!

A Polícia Rodoviária Federal ressalta que seus motociclistas batedores são altamente especializados. Para desenvolver essa função, não basta ter carteira de habilitação, categoria “A”. Os policiais rodoviários federais passam por um curso de 240 horas, que aborda técnicas de escolta e batedor, pilotagem em pista de maneabilidade, treinamento em pista suja, treinamento prático em pista de velocidade e motopoliciamento.

Responder

comment-avatar

*

*