Confirmado: BR-158 será concluída pelo contorno

O deputado Estadual Baiano Filho (PMDB) acaba de confirmar via telefone o compromisso assumido pelo diretor-geral do DNIT, general Jorge Fraxe em concluir a pavimentação da rodovia BR-158 pelo traçado que prevê o contorno à reserva indígena Marawatsede, no Norte Araguaia.

Segundo Baiano, o general Jorge Fraxe informou que assunto foi amplamente discutido com a ministra do Planejamento e coordenadora do GEPAC, Mirian Belchior que ponderou sobre o parecer favorável ao contorno emitido pela superintendência do DNIT em Mato Grosso.

“Estamos mais tranqüilizados, na primeira das reuniões já conseguimos perceber que o governo federal já havia ponderado sobre o assunto e refletido sobre a decisão precipitada do grupo executivo, eles [governo] perceberam o transtorno que seria causado com o cancelamento das obras, estamos todos unidos pela rodovia e não vamos recuar”, expressou o deputado Baiano.

Sobre a rescisão do contrato com a empreiteira Semenge, responsável pela pavimentação de 45km entre o rio Crisóstomo até a divisa com o Pára,  o general Jorge Fraxe confirmou a determinação sobre a retirada da empresa e a chamada da segunda colocada, a construtora Rodocon.

Compõem a comitiva pró-BR158 em Brasília, o governador Silval Barbosa, o deputado Estadual Baiano Filho, o presidente da AMNA, Fernando Gorgen, os prefeitos de Vila Rica, Naftaly Calisto, de Porto Alegre do Norte, Edi Scorsin e de Bom Jesus do Araguaia, Aloísio Irineu Jakobi; o secretário Extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Vicente Vuolo; e os deputados Federais Carlos Bezerra (PMDB) e Homero Pereira (PSD).

O grupo está neste momento reunido em audiência com a ministra do Planejamento, Mirian Belchior, responsável pela coordenação do GEPAC.

Nesta quarta-feira, 21.03, às 10h, a comitiva se reunirá em audiência com o ministro dos Transportes, Paulo Sergio Passos, concluindo as discussões sobre a BR-158.

ENTENDA – Para garantir agilidade à liberação das obras, uma vez que o traçado original pela Marawatsede dependeria da liberação da FUNAI, foi proposto pelo DNIT um novo traçado passando pelos municípios de Bom Jesus do Araguaia, Serra Nova Dourada e Alto Boa Vista. Nesse sentido, o projeto para o contorno começou a ser trabalhado pelo departamento no início de 2011 e ganhou força após a descoberta de um cemitério indígena, localizado no trecho de 50 km que atravessa a reserva.

Com um total de 180 km, o novo trajeto ficou dividido em quatro trechos, onde dois já estavam com projetos prontos, um trecho em fase de finalização e o último lote aguardando definições da FUNAI quanto ao cemitério indígena.

Da Assessoria/ Naiara Martins

Responder

comment-avatar

*

*