Construção de trecho da Ferrovia de Integração Centro-Oeste em MT é debatida em Cocalinho

A primeira reunião de trabalho para a construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), do trecho inicial em Mato Grosso, entre os municípios de Cocalinho e Água Boa, foi realizada nesta quarta-feira (20.07) no Sindicato Rural de Cocalinho. A reunião aconteceu a pedido da Valec Engenharia, Construções e Ferrovia no sentido de dar os primeiros encaminhamentos no processo de desapropriação das áreas pelas quais deverão cruzar os trilhos desta importante ferrovia. A participação de mais de 90 proprietários rurais, que assinaram autorização para a realização dos estudos técnicos, foi muito importante para esclarecimento e evitar qualquer demanda judicial que possa representar algum tipo de empecilho.

O secretário-extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, representante do Governo de Mato Grosso no evento, disse que “esse é o início do processo para desapropriação para, em seguida, a Valec lançar o edital de licitação de construção da ferrovia”. Esta foi a primeira reunião em Mato Grosso. As duas anteriores aconteceram em Goiás.

Vuolo destacou que – seguindo as orientações da presidenta Dilma Rousseff – o edital de licitação somente será publicado quando o projeto executivo estiver concluído.

Com o projeto executivo ao invés de apenas com o projeto básico, como vinha acontecendo, a necessidade de se fazer aditivos é quase zero. Outro ponto importante é a confirmação da construção da Ponte Rodoferroviária sobre o rio Araguaia em Cocalinho. Essa ponte terá 2.200 metros e os recursos tanto da ponte como da Fico estão dentro da segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

O secretário Francisco Vuolo lembra ainda que o Governo de Mato Grosso reconhece a importância do modal ferroviário para a logística do Estado e por isso não tem medido esforços no sentido de dar todo apoio necessário para sua concretização, mesmo reconhecendo que a Fico está entre as prioridades do governo da presidenta Dilma.

A construção deve começar no início de 2012, com previsão de conclusão de todo o trecho até Lucas do Rio Verde, totalizando 1.040 Km, em 2014. Concluída toda a primeira etapa, a Ferrovia passará pelos municípios de Cocalinho, Nova Nazaré, Água Boa, Canarana, Gaúcha do Norte, Paranatinga, Nova Ubiratã e Sorriso, até chegar a Lucas. A segunda etapa da Ferrovia Centro-Oeste segue até o município de Vilhena (RO). O total de investimentos do Governo Federal, é de R$ 4,1 bilhões para a primeira etapa, e R$ 2,3 bilhões para o trecho Lucas-Vilhena.

Fonte: O Documento

Responder

comment-avatar

*

*