Cratera abre na pista e motoristas de MT reclamam de congestionamento

Obras em trecho da BR-364 iniciaram há 2 meses e não foram concluídas.

Dnit aponta que obras não foram concluídas devido ao fluxo de carros.

 

 Motoristas que trafegam pela BR- 364, entre Cuiabá e Rondonópolis, estão sofrendo transtornos devido às más condições  da rodovia. Há dois meses, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) iniciou obras em um trecho da rodovia, mas elas ainda não foram concluídas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no início deste ano até o final do mês de fevereiro 16 acidentes ocorreram no trajeto.

O estudante Frankisney Oliveira de Andrade reside no município de Juscimeira e estuda em Rondonópolis. Ele relatou que trafega pelo trecho todos os dias. “Com o trânsito normal, geralmente demoramos em torno de uma hora e meia para chegar a Rondonópolis. Agora, com a estrada nestas condições, demoramos bem mais de duas horas”, contou.

Em janeiro deste ano, a BR-364 ficou interditada. Boa parte da pista cedeu por causa da chuva. A enxurrada abriu uma enorme cratera de aproximadamente seis metros de circunferência. Desde então, os motoristas trafegam em meia pista.

De acordo com dados a PRF, mais de12 mil veículos passam pela rodovia todos os dias, sendo que 9 mil veículos são carretas. O superintendente regional do Dnit, Luiz Antônio de Freitas, disse que as obras estão difíceis de serem concluídas devido ao tráfego no local. “Estamos conseguindo dar trafegabilidade mesmo que precariamente. No final de março acredito que as obras sejam concluídas”, frisou.

G1 MT

Responder

comment-avatar

*

*