Data ideal de plantio em Canarana tem mudado nos últimos anos

 

Em um momento no qual os produtores do Mato Grosso estão preocupados com as chuvas, frente a um pleno trabalho de colheita de soja, Cristina Queiroz, da Rural Tecnologia, trouxe análises geradas com o Crop View para três municípios: Canarana, Campo Novo do Parecis e Nova Xavantina.

Considerando um plantio em 02 de novembro, com ciclo de 130 dias, os cultivares devem terminar a safra com 85% de produtividade na colheita. O último estágio recebe excedente de chuvas, fator que também aparece ao longo do desenvolvimento.

Queiroz simulou várias datas de plantio de soja ao longo de 10 anos e detectou também que, antes de 10 de outubro, a soja não costuma obter produtividade superior a 80% nessa região. Desta forma, os produtores podem ter como alternativa a desistência da safrinha de milho e plantar outras variedades de soja.

Em Campo Novo do Parecis, a janela é bem mais confortável, com produtores podendo plantar em setembro. Nova Xavantina vive uma realidade semelhante à de Canarana, com a janela de plantio se deslocando para dezembro – contudo, a sazonalidade permite um plantio mais cedo em alguns anos.

Ela ainda trouxe uma simulação para o plantio de milho safrinha em 03 de março em Canarana, considerando um ciclo de 120 dias. Foi detectada a probabilidade de esse cultivo terminar com 67% de produtividade ao final da safra, já que a meterologia aponta para um cenário menos chuvoso.

Os internautas que quiserem conhecer a ferramenta CropView podem acessar o site www.cropview.com.br. Ao realizar o cadastro, estes podem experimentar a ferramenta e observar as melhores condições para a sua área de plantio. Estão disponíveis as análises para as culturas de soja, milho, trigo, feijão e café.

Também é possível entrar em contato com a Rural Tecnologia por meio do telefone (11) 5505-4646.

Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Responder

comment-avatar

*

*