De 4 crianças, duas permanecem internadas – Uma faleceu e outra foi transferida

Hospital Regional Paulo Alemão

ÁGUA BOA – Um dos recém nascidos ontem no Hospital Regional Paulo Alemão, que aguardava sua transferência para uma UTI neonatal de Cuiabá, já foi transferida para a capital na manhã de hoje. O outro recém nascido teve sua regulação liberada e aguarda transferência para as próximas horas. As informações são da administradora do Hospital Regional, Salete Lauermann. Além dos recém nascidos, outras duas crianças ainda necessitam de atendimentos urgente em UTI Neonatal, mas não conseguem vaga. Daqui à pouco o médico pediatra, Dr. Lázaro Faria, concederá entrevista ao Repórter Interativo. NÃO PERCA!

ÁGUA BOA – O caos escancarado na saúde em Mato Grosso. Quatro crianças, duas recém nascidas nas últimas horas no Hospital Regional Paulo Alemão estão necessitando de atendimento urgente em UTI Neonatal e não conseguem vaga. Os familiares tiveram que acionar a justiça de nossa comarca pedindo determinação judicial para vagas urgentes em UTI. A Central de Regulação do SUS em Cuiabá não expediu a ordem de transferência por falta de vagas. As crianças correm risco de vida se não houver a transferência imediata. Duas crianças são indígenas, sendo que uma delas nasceu prematura, o que aumenta a preocupação dos médicos. Infelizmente, a única saída é a justiça. As famílias passam horas de angústia enquanto a transferência não é ordenada. A situação demonstra claramente que faltaram investimentos pesados em saúde pelos últimos governos, causando esse caos e a falta de vagas. A notícia foi confirmada pela administradora do Hospital, Salete Lauermann. O médico pediatra Lázaro Barbosa de Faria Neto salientou a impotência dos médico diante desse quadro. Observou que os profissionais solicitaram a transferência, porém a Central de Cuiabá não atendeu ao pedido. “Quanto mais tempo as crianças ficarem sem o atendimento especializado, menores as chances de rápida cura”, disse ele. Uma criança passa agora por cirurgia que exigirá sequência do tratamento em centro especializado. Ao menos uma criança já recebeu autorização de transferência para Cuiabá. Isso só deve acontecer na manhã deste sábado. A cobertura completa no Rep. Interativo deste sábado, às 12hs 50min.

——————————-

ATUALIZADO – Dia 28/09 –

Pediatra Lázaro Faria

=== Das quatro crianças internadas no Hospital Regional Paulo Alemão que necessitavam transferência para centros especializados, duas ainda permanecem internadas. A informação partiu do médico pediatra Lázaro Barbosa de Faria Neto. Ele disse que uma criança conseguiu transferência no sábado para uma UTI em Tangará da Serra. Uma criança de 3 anos de Bom Jesus do Araguaia, que estava em estado gravíssimo faleceu na manhã deste sábado no Hospital Regional. O médico afirmou que o quadro clínico dessa criança era tão grave que se estivesse em um centro médico especializado, também corria risco de morte. Já a criança indígena que nasceu prematura teve sensível melhora durante o final de semana. A outra criança de 5 anos, também indígena, precisa de tratamento neurológico em centro especializado, cuja vaga ainda está sendo reivindicada. Escrito por Inácio Roberto

Responder

comment-avatar

*

*