Declarações de Pastor no final do show de Damaris decepcionam população de Nova Xavantina

Tinha tudo para ser harmonioso do começo ao fim, o show gospel com a cantora Damaris, promovido pelo prefeito Gercino Caetano Rosa e parceiros, na noite deste domingo, 26, na Praça Central de Nova Xavantina. Uma verdadeira multidão acorreu à praça para assistir ao show, com a presença tanto de evangélicos como de católicos, duas religiões cujos representantes tem se encontrado costumeiramente no palco da Prefeitura Municipal nos últimos anos, por ocasião dos festejos de aniversário da cidade.

E de fato, o show e o momento mágico de congraçamento iam mais uma vez muitíssimo bem,  já que convidados e amigos do prefeito, patrocinadores e voluntários que trabalharam no projeto são também da religião Católica. Até que, no final da apresentação da cantora Damaris, seu esposo, o Pastor Aldori, de São Paulo, que não estava previsto para falar, usou do microfone e fez um discurso infeliz.
Ofendeu toda a comunidade católica presente, ao criticar a Jornada da Juventude que irá acontecer em julho no Rio de Janeiro, com a presença do Papa Francisco. Arranhou a imagem do Papa, pôs em cheque a realização do evento, criticou enfim, toda a filosofia católica que gira em torno do mega encontro, ao culpar, por exemplo, a Igreja pela atual disseminação do crak e outras drogas e flagelos que assolam a humanidade. \”Teria que ser Resgate da Juventude\” bradou ele, diante da multidão estupefata.
As reações foram imediatas. Desde o esvaziamento quase que instantâneo do evento; repercussões nas redes sociais, com postagens indignadas no fecebook, até opiniões expressas nesta segunda feira, 27, nas conversas entre amigos e na mídia local. O Secretário Municipal de Turismo e Meio Ambiente, Valteri Araújo, católico de família e que trabalhou voluntariamente no show, expressou sua contrariedade no programa Espaço Livre, da Rádio Roncador FM, apresentado por PC Júnior. \”Peço desculpas à todos os católicos que estavam ontem no show, pelo discurso infeliz do Pastor\” disse o Secretário.
Contatado pela nossa reportagem, o prefeito Gercino Caetano Rosa foi da mesma opinião: \”Ele foi infeliz em suas declarações. Conversei com vários pastores evangélicos da cidade hoje, todos discordaram. Conversei também com os patrocinadores, ninguém concordou. Eu também não concordei. Acho que ele foi infeliz nas suas colocações\” disse o prefeito.
Segundo Gercino, todos os pastores por ele contatados nesta segunda feira fizeram questão de frisar que o discurso do Pastor Aldori não reflete a opinião dos pastores de Nova Xavantina, que não concordam com esta posição.
\”Todos se manifestaram contrários ao que foi dito. Ele veio de São Paulo, não estava previsto para falar, e foi infeliz\” explicou o prefeito Gercino, reiterando o pedido de desculpas à população pelo ocorrido.
Ezio Calanca Garcia – interessantenews.

Responder

comment-avatar

*

*