Destaque nacional, Mato Grosso registra alta de 7,6% na comercialização de veículos

Mato Grosso emplacou 57.851 veículos no primeiro semestre deste ano, registrando alta de 7,6% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 53.737 veículos foram comercializados. O valor garantiu destaque ao segmento automotivo mato-grossense, visto que ultrapassou a média nacional, que contabilizou queda de 0,2% no acumulado do ano, segundo balanço da Federação Nacional de Distribuidores de Veículos (Fenabrave).
A venda de comerciais leves (caminhonetes) foi o grande destaque do semestre em Mato Grosso, sendo 9.587 emplacamentos neste ano contra 7.401 no mesmo período de 2012. Os números representam um acréscimo de 29,5% na aquisição deste tipo de automóvel.
Já o setor de motocicletas foi responsável pelo único resultado negativo do período. Foram 23.886 unidades emplacadas neste ano contra 26.282 no ano passado. Segundo o diretor regional da Fenabrave-MT, Manoel Guedes, a queda de 9,1% é justificável do ponto de vista econômico.
“Há algum tempo, os motociclistas estão encontrando grandes dificuldades na aprovação de crédito para a compra de motos. Isso se deve ao expressivo número de inadimplência no setor, que deve permanecer assim por mais algum tempo”, comenta o diretor.
Ainda no balanço semestral, o Estado registrou 21.806 emplacamentos de automóveis (carros de passeio). O número sobressai em 18,4% o índice do ano anterior, quando 18.406 veículos dessa categoria foram emplacados. No segmento de caminhões, foram comercializadas 2.208 unidades entre janeiro e junho deste ano, elevação de 43,4% no comparativo com igual período do ano passado.
Rondonópolis teve o melhor desempenho entre as principais cidades do Estado. No acumulado deste ano, o município emplacou 4.833 unidades contra 3.891 do mesmo período do ano passado, o que representa alta de 24,2%. Já Várzea Grande foi a única cidade que apresentou números negativos no balanço semestral. O município registrou um decréscimo de 3,2%, com um total de 5.012 comercializações neste ano e 5.179 em 2012.
Guedes explica que o momento não tem sido favorável à Cidade Industrial. “As principais concessionárias do município estão localizadas na Avenida da FEB, que neste momento está passando por obras de mobilidade urbana. Algumas empresas tiveram que optar pelo encerramento das atividades no local”, ressalta.
Cuiabá registrou alta de 9,5%, contabilizando 16.889 comercializações semestrais contra 15.411 em 2012.

Responder

comment-avatar

*

*