Eduardo Moura confirma pré-candidatura em Barra do Garças

O empresário e suplente de deputado federal Eduardo Moura, concedeu entrevista ao Chocolate News, ontem sexta-feira, (3), onde, entre outros assuntos, confirmou pela vez primeira, sua pré-candidatura a prefeito de Barra do Garças, independentemente da candidatura ou não do prefeito Wanderlei Farias, a reeleição.
Chocolate News
– Partiu do senhor esta iniciativa do rodízio entre deputados no Movimento MT Muito Mais?
Eduardo Moura
– O rodízio deveria fazer parte de qualquer coligação política, afinal de contas, ninguém faz política isoladamente. Creio que este seja o único trabalho em que você é julgado a cada quatro anos. Ninguém tem votos o suficiente para se eleger sozinho. O candidato depois de eleito e empossado no cargo, não deve se esquecer dos companheiros, que contribuíram para a sua eleição e que também almejavam realizar este sonho, por isso, eu tenho defendido o rodízio dentro do Movimento Mato Grosso Muito Mais, pois a gente tem que, preservar, valorizar e respeitar o nosso grupo político. Barra do Garças, por exemplo, respeitando o sistema de rodízio, teria o Cândido Teles como deputado, o que seria muito bom para a nossa região do Araguaia.
Chocolate News
– O deputado Zeca Viana, pelo que percebemos, não ficou muito satisfeito com essa idéia. Isso é verdade?
Eduardo Moura
– É verdade. Eu sempre brinco que, até os 44 do segundo tempo, o Zeca Viana, era o nome mais cotado para ser o primeiro suplente do senador Pedro Taques, portanto, não era candidato a deputado e não participou da reunião que fizemos com os candidatos a deputado estadual, onde ficou definido que, os eleitos dentro do movimento abririam mão para os suplentes, respeitando o rodízio. Conheço bem a personalidade do Zeca e acredito que terá o bom senso de assimilar a idéia do rodízio, pois é um companheiro de grupo e com certeza, irá prestigiar os nossos companheiros.
Chocolate News
– Já tem data prevista para o início do rodízio?
Eduardo Moura
– Ainda não! O Percival Muniz deve se apresentar como pré-candidato em Rondonópolis. É possível que ele abra mão da Assembléia Legislativa durante o período de campanha. O Zeca, como presidente do PDT, poderá abrir mão para ajudar os seus companheiros de partido e do movimento no período de campanha e a deputada Luciane Bezerra, deve abrir mão também, para ajudar o seu marido Oscar, que irá disputar o pleito em Juara. Creio que este seria o momento oportuno para se fazer o rodízio, entre os meses de abril e maio.
Chocolate News
– O senhor hoje, já se apresenta na condição de pré-candidato, independentemente do prefeito ser ou não candidato a reeleição?
Eduardo Moura
– Hoje, eu já me lanço e me apresento na condição de pré-candidato a prefeito. Tenho procurado conversar com outros partidos e tenho conversado também com o nosso grupo político, onde temos realizado algumas reuniões, já discutindo algumas estratégias, mas nada é definitivo, pois volto a dizer que não tenho a vaidade e o orgulho de ser candidato de qualquer jeito, aconteça o que acontecer. Na política o importante é o grupo político e o objetivo final, é ajudar Barra do Garças, voltar a crescer, se desenvolver, gerar empregos e ocupar o seu devido espaço no cenário mato-grossense. Hoje, não é fácil abrir mão de ser pré-candidato e eventualmente candidato a prefeito, porque, quanto mais o tempo passa, você vai conversando e se comprometendo com as pessoas, que, de uma forma ou de outra, se pré-comprometem com a gente também, mas eu já disse, não estou nesta empreitada por vaidade pessoal e por nenhum objetivo outro, que não seja, ajudar Barra do Garças. Como diria o saudoso Ulisses Guimarães, política é como uma nuvem, onde você nunca tem uma decisão definitiva. Hoje, eu me coloco sim, como pré-candidato e digo a você que, a cada dia que passa, fica mais difícil abrir mão dessa vontade de ser prefeito e ajudar Barra do Garças, se o povo assim desejar.
Chocolate News
– O assunto de que o prefeito não será candidato a reeleição voltou à tona e com ele a notícia de que o senhor será o candidato apoiado pelo alcaide no processo sucessório. Essa informação tem procedência?
Eduardo Moura
– Realmente eu tenho ouvido essas conversas, as quais ele reafirma que não será candidato. Tenho também ouvido pessoas me trazendo a mensagem de que, dentro dos nomes colocados, ele tem simpatia pelo meu nome e até mesmo tenho ouvido aqueles que serão possíveis adversários, dizendo por aí que eu serei o candidato do prefeito e se eleito, nada vai mudar, mas isso faz parte da política. Eu me sentiria honrado em ter o apoio do prefeito, e digo a vocês, que tenho idade e independência financeira o suficiente, para não ser garoto de recados de ninguém, mas tenho o bom senso e o reconhecimento do trabalho feito pelo prefeito Wanderlei e da importância do seu apoio numa disputa eleitoral.
Chocolate News
– A sua pré-candidatura passa pela decisão do prefeito de ser ou não candidato e reeleição?
Eduardo Moura
– Hoje não mais, mas, como já disse a você há algum tempo atrás, o prefeito Wanderlei fez um bom trabalho, é um prefeito que tem a sua avaliação, tem consolidado o seu grupo político e se amanhã, ele decide mudar de opinião e decide ser candidato e, consequentemente, saírem dois ou três outros candidatos, a possibilidade do prefeito ser reeleito é muito grande. Eu já disse e repito, a decisão do prefeito em sendo outra que não, não ser candidato, eu acho que tem que haver novas conversas e discussões a respeito da política de Barra do Garças, mas reafirmo: A cada dia que passa,  minha possibilidade de abrir mão de uma pré-candidatura é cada vez menor.

Responder

comment-avatar

*

*