Em Cuiabá, 10 mil turistas podem ficar alojados em chácaras durante a Copa

Segundo a Sedtur, quase 30 mil vagas de hospedagem devem ser ofertadas.
A metade delas deve ser por meio de acomodações alternativas.

Com acomodações alternativas, Cuiabá deverá dispor de quase 30 mil vagas de hospedagem para os turistas que chegarão à capital durante o período da Copa do Mundo, que inicia em 11 dias. Entre as alternativas encontradas para suprir o déficit de leitos na rede hoteleira estão os alojamentos em chácaras localizadas nos arredores de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, segundo informações da Secretaria Estadual de Turismo (Sedtur).

A estimativa é que pelo menos 10 mil pessoas se acomodem nessas áreas de camping em barracas. Ao todo, seis chácaras se dispuseram a fazer parte do projeto de acomodação, que ainda não ganhou denominação, mas que, nessa modalidade alternativa, deverá acomodar a maioria dos torcedores que visitarão a capital atraídos pelo evento futebolístico.

Duas dessas propriedades rurais ficam na região do Coxipó do Ouro. Juntas, elas têm capacidade de abrigar temporiamente mais de 600 pessoas. As demais ficam nas rodovias Emanuel Pinheiro (MT-251), Palmiro Paes de Barros (MT-040); nas proximidades da Avenida Miguel Sutil e Praia Grande, em Várzea Grande.

O proprietário da chácara ‘Caminho das Águas’, que fica às margens da MT-251, contou ao G1 que costumar alugar o espaço para acampamentos, mas que o local não dispõe de barracas. “Temos o espaço e decidimos participar desse projeto para receber os turistas, mas não temos barracas e, nesse caso, eles têm que trazer”, disse José Odir de Oliveira. Além do campo para montar as barracas, o local possui banheiros, área para estacionamento e até restaurante.

O valor da diária para acampar nessas chácaras e sitios de recreio deve ficar em torno de R$ 20 e R$ 30. Pelo valor razoável, esses espaços devem servir de opção, principalmente aos chamados ‘mochileiros’, que não costumam ficar em hotéis. De acordo com a Secretaria de Trânsito de Cuiabá, cerca de mil ônibus com chilenos devem chegar em Cuiabá na Copa e, para evitar a circulação desses veículos na cidade, os estacionamentos dessas chácaras podem ser a alternativa para os torcedores do Chile, cuja seleção será a primeira a jogar na Arena Pantanal. No dia 13, o Chile enfrentará o time da Austrália.

Além dessa opção, o governo aposta nos outros programas para atender a demanda do mundial. Com o ‘Cama e Café’, o ‘Aluguel por Temporada’ e o ‘Acomodação Solidária’ mais quatro mil leitos devem ser oferecidos. Já os hotéis disponibilizarão 15 mil vagas.

Responder

comment-avatar

*

*