Em menos de 24h, duas mulheres são encontradas mortas

Corpo de mulher é encontrado boiando no Rio Arareau

Um corpo de uma mulher foi encontrado boiando no Rio Arareau na manhã de quarta-feira (19), em Rondonópolis.

De acordo com o sargento do Corpo de Bombeiros, Montesquel, aparentemente, a mulher deve ter entre 30 e 35 anos e pelo estado do corpo ela estava boiando por pelo menos dois dias, mas que apenas a perícia poderá confirmar a informação.

 

No início da tarde, outro corpo foi encontrado em uma empresa de plantio de grama, situada na margem esquerda da BR-364 de quem segue de Rondonópolis para Cuiabá.

Segundo funcionários da empresa, o local onde o corpo foi encontrado é pouco utilizado pelos funcionários e pela própria empresa, “quase nunca estamos neste local, hoje por acaso estivemos aqui para pegar um cano, foi quando a gente descobriu o corpo”, relatou um dos funcionários da empresa que pediu para não ser identificado.

Porém, segundo a Polícia Militar, antes dos trabalhadores informarem o fato, uma pessoa que não se identificou, ligou para a polícia de Juscimeira afirmando que uma mulher tinha sido morta e que seria o ex-marido dela que havia cometido o crime. Na denúncia também foi relatado que o suspeito havia saído há pouco tempo da Penitenciária da Mata Grande e que teria matado ela por ciúmes.

Segundo informações extra oficiais, o suspeito pode ser Rosinaldo de Jesus que saiu da Mata Grande a pouco tempo e a vítima a mulher dele Mariangela Paes, porém, a identidade dela não foi confirmada pela Perícia já que não havia documentos próximo ao corpo.

De acordo com o perito Cairo Diego, inicialmente foram encontradas três perfurações ocasionadas por um objeto similar a uma faca. Ele afirmou também que os golpes ocorreram com a vítima deitada no mesmo local onde o corpo foi encontrado e a morte deve ter ocorrido há mais de 24 horas. Agora MT

Responder

comment-avatar

*

*