EM NOVA XAVANTINA FICHA LIMPA E FUGA DE PARTIDOS ENFRAQUECEM ROBISON PAZETTO


Um dia após ser anunciado que seus bens foram bloqueados pela justiça federal, devido o ex-prefeito Robison Pazetto está sendo investigado em uma fraude na construção de uma creche em Nova Xavantina, o mesmo realizou uma reunião em sua mansão com direito a queima de fogos e vários convidados, entre eles, nove partidos – PMDB, PR, PT, PP, PCdoB, PSB, DEM, PSL e PSDB.

No evento, que foi considerado o lançamento da pré-candidatura de Robison Pazetto – mesmo sabendo que não pode ser candidato – o ex-prefeito falou de sua vontade de voltar a ser prefeito de Nova Xavantina, porém, explicou sua situação junto à justiça do Brasil. Robison confirmou que talvez não possa ser candidato, mas buscará recursos para tentar reverter à situação perante a justiça e alei Ficha Limpa.

Com o possível impedimento de Robison Pazetto registrar sua candidatura, o PMDB e o PR já articulam uma aproximação com o PSD que poderá lançar Gercino Caetano a reeleição. O atual prefeito Gercino disse que o PMDB e o PR são grandes partidos. “PMDB e o PR faz parte da história política de Nova Xavantina. Seria uma grande honra ter esses dois partidos somando com a gente”, disse.

Sem PR e PMDB, a candidatura de Robison Pazetto enfraquece. Dois partidos fortes e de massa, pesará na balança para os outros partidos que são simpatizantes da candidatura de Pazetto.

O PT não fará parte do grupo do ex-prefeito. Ao qual, é o terceiro partido a “abandonar” Robison. O DEM também já manifestou simpatia pela reeleição do atual prefeito Gercino Caetano, onde, segue a mesma linha, o PSL.

Com o abandono de cinco partidos e na iminência de não ter sua candidatura registrada no TSE, o grupo de Robison Pazetto fica enfraquecido, onde, caso conseguir ser candidato, passará o período do sufrágio, atrás de liminares para conseguir se manter candidato.

NotíciasNX

Responder

comment-avatar

*

*