Empresária é presa com carro roubado e quadrilha de assaltantes é desarticulada

A prisão de uma mulher de 29 anos, nesta segunda-feira à noite (15/07), na BR-163, no perímetro urbano de Sinop, desarticulou uma quadrilha de roubos e furtos na região Norte do Estado que estava sendo comandada por um traficante – que está preso na Penitenciária Osvaldino Ferreira Leite (Ferrugem). A mulher disse que seria proprietária de loja no município de Cláudia – que fica a 80 quilômetros de Sinop.

Conforme consta de boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, policiais do Comando Tático (Cotar) chegaram até ela após a denúncia do proprietário de um automóvel Volkswagen Gol, que foi roubado no último dia quatro de julho. Ele ligou para a polícia avisando que havia avistado seu carro rodando nas proximidades da BR-163.

Viaturas da PM fizeram rondas e encontraram o carro sendo dirigido pela mulher. Junto com a acusada estava um adolescente de 16 anos. Dentro do carro foi encontrado um revólver calibre 38 e munições intactas.

A partir dessa prisão, a polícia começou a desarticular a quadrilha – que já havia feito vários roubos em Sinop nas últimas semanas. A mulher negou participação nos assaltos dizendo que era namorada do traficante que está no Ferrugem e apenas estava levando o carro roubado para outra cidade.

A partir das informações coletadas com a mulher e o adolescente, a polícia chegou a outros três acusados – dois adolescentes e um homem de 30 anos. Com eles foram apreendidos uma pistola calibre 765, porções de pasta base de cocaína e maconha, uma TV 42 polegadas e outra de 32, uma vídeo game, máquina fotográfica, celulares, uma quantia em dinheiro.

Os suspeitos foram levados à delegacia. As vítimas de dois roubos (o dono do Gol e um empresário que teve uma caminhonete levada também no dia 4 de julho) reconheceram alguns dos acusados como sendo os autores dos crimes.

Um dos integrantes da quadrilha confessou que eles estavam preparando mais roubos de veículos em Sinop e em Sorriso. A intenção era de levar os automóveis roubados para o Paraguai, onde seriam trocados por entorpecentes e posteriormente vendidos no Nortão do Estado.

Os maiores de idade foram encaminhados ao presídio Ferrugem e, os adolescentes, para um local no presídio feminino reservado para abrigar menores infratores. Todos serão indiciados por porte ilegal de armas, roubo à mão armada e formação de quadrilha. Olhar Direto

Responder

comment-avatar

*

*