ENTREGA DE VLT E ATRASOS NO REPASSE DE VERBAS DE SAÚDE SÃO ALVO DE CRITICAS DE DEPUTADA

Luciane se mostrou preocupada ainda com a insensibilidade do Governo, que atrasa repasse saúde e suplementa a SECOPA

 A deputada Luciane Bezerra (PSB) em sessão hoje (20.03) manifestou novamente preocupação com o prazo de entrega do VLT, em Cuiabá. Atenta ao parecer do TCE que atesta, atraso em 21 das 24 obras do evento, a parlamentar, mais uma vez questionou a utilização do modelo de contratação do RDC, específico para COPA.

 “Minha dúvida é: o RDC foi aplicado específicamente pra entregar VLT em 720 dias; se a entrega não acontecer, haverá uma guerra jurídica. Estado pode ficar sem o modal, para uso no grande evento, mas ficará com a conta”, questionou a parlamentar que garantiu não ser contra a Copa em MT, mas preocupada com endividamento do Estado.

 Luciane se mostrou preocupada ainda com a insensibilidade do Governo do Estado na atual gestão. Segundo ela o executivo suplementou a Secopa, recentemente, em R$20 milhões e tem parcelado verbas em atraso da saúde aos municípios.

 “Diante deste cenário caótico, o Ministério Público tem que pedir bloqueio das contas do Estado para repassar verbas essenciais e constitucionais aos municípios. Interesses financeiros se sobrepõe aos sociais nesta gestão. Muitas vezes tenho vergonha de subir a esta tribuna e pedir o “básico” a este Governo ”, criticou.

 TRANSITO – Luciane, ao conceder a parte, ao deputado Walter Rabello, (PSD) ouviu contribuições do colega sobre transito na capital, comandada pelo colega de sigla Mauro Mendes. Para Rabello os amarelinhos, guardas de transito municipais, tem que ter a função de apenas orientar e não multar.

 “Esta preocupação vou levar ao Mauro, sei que ele não é demagogo e como bom administrador que é, deve levar em consideração visão do colega cuiabano”, assegurou.

Responder

comment-avatar

*

*