Escala de abates de gado em Mato Grosso diminui para 8 dias

A pouca oferta de gado fez reduzir a escala de abates em Mato Grosso no mês de fevereiro. Atualmente, as indústrias estão abatendo os animais com até oito dias de espera. No fim do ano passado, a escala chegou a 12 dias, de acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

O analista do Imea, Fábio da Silva, explica que as boas condições das pastagens em algumas regiões do estado permitem que o produtor segure o boi no campo. “Os preços não estão adequados para o pecuaristas. Isso motivou a redução da oferta de animais para abate”.

No entanto, em outras regiões mato-grossenses casos de cigarrinhas nas pastagens estão prejudicando a forrageira e diminuindo sua capacidade de suporte aos animais. Assim, o preço da arroba do boi gordo está sob influência deste dois cenários divergentes, o que resultou na estabilidade dos preços em fevereiro.

Com o pasto debilitado, sem capacidade para o suporte de animais, acabou por aumentar a oferta de animais, o que pressionou os preços da fêmea. Nas regiões noroeste e norte do estado, por exemplo, a valorização no último mês doi de 11,6% e 12,6%, respectivamente.

Conforme o Imea, o preço médio teve leve alta de 0,37% em relação ao primeiro mês do ano, sendo cotado a R$ 84,23 a arroba. O analista do Imea avisa que a tendência é de alta nos preços.

Responder

comment-avatar

*

*