Estado planeja investir R$ 10 milhões no Parque de Chapada

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), pleneja investir R$ 10 milhões no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. O investimento visa à recuperação de pontos turísticos na região, com vistas à atração de turistas, durante a Copa do Mundo de 2014.

A informação é da secretária-adjunta de Turismo, Natália Rosseto, e foi feita na semana passada, durante a posse da bióloga Cintia Maria Santos da Câmara Brazão na direção do Parque Nacional.

O parque é gerenciado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Cintia Brazão, que é vinculada ao órgão desde 2007, atuou no Parque Nacional de Serra das Arraras até fevereiro de 2013, quando foi transferida para assumir a direção do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Durante a posse, ela disse que a sua maior preocupação é preparar o parque para receber os turistas que virão prestigiar o Mundial de 2014.

“Tenho a preocupação em preparar o Parque de Chapada para a Copa do Mundo e dar a continuidade no programa de manejo sustentável. Chapada dos Guimarães é um dos principais cartões postais Mato Grosso e temos que preservar esse patrimônio”, disse a bióloga.

Ao anunciar a parceria do Governo do Estado com o Instituto Chico Mendes, a secretária-adjunta de Turismo, Natália Rosseto, lembrou que o Parque de Chapada é um dos principais atrativos do Estado.

“A Sedtur sabe dessa importância e, por isso, há a previsão de investimento de R$ 10 milhões”, disse.

O Parque

Em Mato Grosso, existem sete unidades de conservação sob gestão federal. O mais conhecido é o Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, com 33 mil hectares.
Chapada dos Guimarães ganhou o título de Parque Nacional em 1989, mas não recebeu infraestrutura necessária para garantir seu desenvolvimento ordenado e sustentado.
O local é rico em belezas naturais. Suas formações rochosas e as centenas de cachoeiras, paredões, rios e cavernas impressionam os turistas que buscam contato com a natureza. A cachoeira mais conhecida é a do Véu de Noiva, com 80 metros.
Além de ser marcado pela diversidade de relevo, o parque faz parte da bacia hidrográfica do Alto Paraguai, protegendo cabeceiras do rio Cuiabá, um dos principais formadores do Pantanal Mato-grossense.
Devido a alguns fatores, essa área é constantemente ameaçada por incêndios em seu entorno e dentro da área protegida denominada Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.
Apesar da existência de causas naturais de incêndio no Cerrado, o maior agente causador está relacionado à ação humana.
Instituto Chico Mendes
O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) é uma autarquia brasileira, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente.
O ICMBio é responsável pela administração das unidades de conservação federais.
Nesse sentido, cabe ao instituto executar as ações da política nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as unidades de conservação instituídas pela União.
As suas outras missões institucionais são fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção das unidades de conservação federais.

Responder

comment-avatar

*

*