Estelionatário condenado por estuprador é preso pela Polícia Civil em Nova Xavantina

Um estelionatário foi preso em flagrante pela Polícia Civil após aplicar golpe 16 vítimas na cidade de Nova Xavantina. O suspeito, Leonel Luiz Santos Silva, 33, na mesma oportunidade, teve mandado de prisão cumprido e responderá por estupro e atentado violento ao pudor, em razão de ter sido condenado pela Comarca de Sorriso, a 8 anos de reclusão em regime inicialmente fechado. A prisão foi efetuada na quinta-feira (13).

O golpe consistia na venda de um curso de Operador de Máquinas Agrícolas no valor de R$ 800, sendo que 50% do valor era pago antecipadamente, no ato da inscrição, e o restante ao final do curso.

O suspeito, também conhecido por “Leo”, contratou mídias locais (rádio e TV) para divulgar a capacitação que, segundo ele, seria realizada por sua empresa intitulada como Agro Terra Educação Profissional. Até o dia 11 de fevereiro, o golpista havia recebido 17 inscrições, mas no dia seguinte (12.02), a pessoa contratada para assessorá-lo, procurou a delegacia para comunicar o desaparecimento de Leo.

As investigações revelaram que Leonel aplicou um golpe semelhante em Marcelândia, que teria ainda um mandado de prisão em aberto por estupro e atentado violento ao pudor na cidade de Sorriso e ainda teria ministrado outro curso como instrutor credenciado do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), no mês de setembro de 2013 em Nova Xavantina, oportunidade em que, após o final do curso, saiu da cidade sem pagar sua conta no hotel em que se hospedou.

As diligências se intensificaram e os investigadores obtiveram a informação de que o suspeito estaria fugindo para Barra do Garças. A Polícia Rodoviária Federal foi informada sobre o caso e deteve o foragido no Posto Policial de Barra.

O suspeito Leonel foi conduzido para a Delegacia de Nova Xavantina, onde foi autuado em flagrante por estelionato e, respectivamente, também teve o mandado de prisão cumprido. O Documento

Responder

comment-avatar

*

*