Estiagem causa prejuízos de R$ 400 mi na região Araguaia em Mato Grosso

A região do Araguaia em Mato Grosso registrou cerca de R$ 400 milhões em prejuízos no mês de julho em decorrência a estiagem. São quase 30 mil pessoas atingidas pela a seca, provocada pela ausência de chuvas. De janeiro a julho 15 municípios tiveram situação de emergência decretada em Mato Grosso devido a seca. Somente no mês passado Querência (a 945 km de Cuiabá), Água Boa (739 km), Canarana (823 km) e Novo São Joaquim (339 km) entraram com decreto de situação de emergência.

O diagnóstico é da Secretaria Adjunta de Proteção e Defesa Civil de Mato Grosso, ligada à Secretaria de Estado das Cidades.

A ausência das chuvas, que prejudicou o desempenho da agricultura e pecuária em 2016, ainda impactaram o abastecimento da população em algumas cidades. Os rios, conforme a Defesa Civil de Mato Grosso, encontram-se com níveis abaixo do aceitável.

O diagnóstico aponta que Água Boa teve prejuízo estimado em R$ 205 milhões no agronegócio e 15 mil pessoas atingidas pela estiagem. Querência foi o segundo município afetado com perdas de R$ 183 milhões gerados por perdas nas lavouras e aproximadamente 13 mil pessoas afetadas. A Defesa Civil frisa que em tais municípios existem várias comunidades que estão com até 100% de falta de abastecimento de água.

Os municípios foram visitados por técnicos da Defesa Civil para confirmar a situação e auxiliar nas documentações para concretizar o decreto. “A preocupação do Governo do Estado é para que os municípios estejam com o processo de decreto correto. A Defesa Civil vai in loco com essa finalidade para analisar a decretação e, sendo confirmada, seguida da homologação, para que os municípios consigam receber a ajuda necessária”, explica o secretário Adjunto da Defesa Civil, tenente coronel Abadio da Cunha.

O secretário Adjunto da Defesa Civil, frisa que o Governo do Estado segue com o monitoramento das documentações enviadas pelos municípios para que a situação seja minimizada o quanto antes. Ele ressalta que o “Araguaia tem sido o nosso sertão”.

olhardireto

Responder

comment-avatar

*


*