Ex-funcionário de fábrica é preso em MT com 104 dinamites furtadas

Um jovem de 23 anos foi preso na terça-feira (25/06) com mais de 100 bananas de dinamite, na cidade de Nobres. De acordo com a Polícia Civil, o jovem é ex-funcionário de uma fábrica de cimentos, de onde os explosivos teriam sido furtados em 19 de janeiro deste ano. Na ocasião, nove caixas do artefato foram furtadas.

O flagrante e a identificação do suspeito foram descobertos durante investigações em uma operação da Polícia Civil. Os explosivos foram encontrados dentro de um tambor de plástico que estava enterrado em um sítio de Nobres, perto da antiga pista de pouso do aeroporto.

Em depoimento, o suspeito confessou que aproveitou que as câmeras de vigilância da empresa não estavam funcionando para pegar os explosivos. Segundo a Polícia Civil, as 104 dinamites em gel são equivalentes a 208 quilos de explosivos. Para a Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), é a maior apreensão de explosivos feita neste ano em Mato Grosso.

Para a polícia, as dinamites seriam utilizadas para arrombar caixas eletrônicos. Além dos explosivos, a polícia também apreendeu um rolo detonador utilizado como pavio de detonação. “O poder de impacto desses explosivos é muito grande, já que são utilizados em rochas e calcário. Proporcionalmente é a maior apreensão já feita”, avaliou o delegado do GCCO Flávio Stringueta.

Conforme o delegado, a preocupação seria um aumento no número de explosões de terminais bancários. No entanto, o suspeito detido não saberia como colocar os explosivos no mercado clandestino e nem teria contato com quadrilhas do ‘ramo’.

O material apreendido será encaminhado ao Exército Brasileiro. O ex-funcionário foi detido, autuado por posse ilegal de artefato explosivo e deve ser encaminhado para uma unidade prisional da capital.G1.MT

Responder

comment-avatar

*

*